O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva responde à uma ação popular na Justiça Federal de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. De acordo com o blog 'O Antagonista' em reportagem publicada nesta sexta-feira, 08, o representante do Partido dos Trabalhadores (PT) é acusado de trocar o nome de um campo de petróleo para se autopromover. O campo em questão é o de Tupi, hoje chamado oficialmente pela própria Petrobrás de 'Campo #Lula'. Quem move a ação é o advogado Rafael Severino Gama. Ele quer que não só o campo de petróleo seja alterado, como também todo o dinheiro gasto em publicidade, que ajudou a fazer campanha para o ex-presidente, seja devolvido aos cofres públicos.

Publicidade
Publicidade

Com isso, caso o advogado ganhe a ação, a reserva do pré-sal deve ter seu nome mudado. 

Curiosamente, o nome da bacia petroleira foi trocado faltando dois dias para o segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva acabar, no dia 29 de dezembro de 2010. Naquele ano, a Petrobras se orgulhou ao dizer que o 'Campo Lula' era o com a maior reserva do pré-sal, mostrando que não foi qualquer bacia que foi escolhida para homenagear o companheiro político da presidente afastada Dilma Rousseff, que hoje responde a um complicado processo de impeachment. Na época, o petista comentou a homenagem: "Sinceramente, fiquei feliz. Obrigado, companheiro Gabrielli, por colocar meu nome."

O advogado diz que a troca do nome do campo é contra a Lei 6.454 da Constituição Brasileira. Gama alega que a alteração é uma imoralidade escandalosa de finalidade dos atos do ex-presidente.

Publicidade

O profissional da Justiça alega ainda que depois que houve a alteração, a Petrobras passou a gastar ainda mais dinheiro divulgado mais o espaço do pré-sal. Tudo, de acordo com o advogado, para promover o ex-líder sindical. 

A produção média de petróleo na bacia com o nome do político em dezembro de 2015 foi de 442 mil barris por dia, o que equivale a 51% de toda a produção nacional naquele mês. A informação é oficial e publicada por um blog da própria Petrobras em janeiro deste ano.  #PT