O ex-presidente Lula voltou a liderar as pesquisas na corrida eleitoral rumo a 2018, segundo levantamento do Datafolha divulgado neste sábado, 16, no jornal Folha de São Paulo. A novidade é a liderança do ex-presidente, após aparecer tecnicamente empatado com Marina Silva nas últimas consultas feitas pelo Instituto.

A notícia veio um dia depois de a revista Veja lançar uma edição com capa sobre o ex-presidente, tendo como título "O ocaso de #Lula". No Facebook, o ex-presidente postou uma capa da revista de 1994, decretando o seu fim político. "Quem quiser comprar essa edição da revista Veja de 1994, 22 anos atrás, dizendo que Lula estava sozinho e acabado viajando pelo interior do país, sai por R$ 15 e diz as mesmas bobagens e mentiras sobre Lula que a edição desta semana. Há quase 40 anos que Lula viaja o Brasil lutando por um país com mais democracia e justiça social", postou.

Publicidade
Publicidade

Os dados da pesquisa Datafolha

Um quarto do eleitorado entrevistado ainda não definiu candidato e declarou que votaria branco, nulo ou que não saberia responder, no momento.

Num primeiro cenário, o teste foi feito com a possível candidatura de Aécio Neves do PSDB. O tucano teve 14% das intenções de votos, Marina teve 17% e Lula, 22%. Os outros candidatos tiveram os seguintes percentuais: Bolsonaro (PSC) teve 7%, Ciro Gomes (PDT) e Michel Temer (PMDB) 5%, Luciana Genro (PSOL), 2% e Ronaldo Caiado (DEM) e Eduardo Jorge (PV),1%. Aécio caiu à, praticamente, metade do percentual que tinha em dezembro de 2015, quando apareceu com 27%.

Em outros cenários, Serra aparece com 11% ante 15% no último levantamento (fevereiro). Alckmin aparece com 8% ante 14% em dezembro. Marina, entretanto, apresentou a maior queda de posição, passando de líder empatada com Lula em 22%, 23% (em alguns cenários) para segundo lugar isolado.

Publicidade

Com esses percentuais, se as #Eleições de 2018 fossem hoje, Marina e Lula disputariam o segundo turno.

Apesar da exposição negativa na mídia, onde quase sempre é associado à Lava Jato e enriquecimento ilícito, o ex-presidente Lula mostra que ainda tem fôlego para um novo pleito em 2018. Apesar de tudo,o ex-presidente não é réu em nenhum inquérito, figurando apenas como investigado.

Se conseguir voltar ao poder em 2018, o ex-presidente repetirá Getúlio Vargas, o único mandatário a comandar o país por dois momentos (1930-1945 e 1951-1954). #PT