A aposentada Maria de Lourdes Ribeiro Martins, de 56 anos, passava férias na Praia Grande, localizada no município de Fundão (ES) juntamente com amigos e familiares. 

Segundo um dos integrantes do grupo, Maria decidiu molhar os pés na água do mar e demorou a voltar. Quando todos perceberam a ausência da mulher, encontraram-na se afogando. "Entramos na água para socorrê-la. Quando a trouxemos para a areia, fizemos os primeiros socorros, sem êxito", explicou João Neves, um dos amigos da turista mineira. 

Conforme noticiado pelo site Folha Vitória, o Samu foi acionado, mas levou uma hora e meia para chegar ao local. Familiares e moradores da região também reclamaram da ausência de guarda-vidas na praia. 

O corpo de Maria de Lourdes foi recolhido pelo Instituto Médico Legal para análise.

Publicidade
Publicidade

Acredita-se que a aposentada teve um mal súbito, o que poderia ter contribuído para o afogamento. 

A Secretaria da Saúde afirmou à reportagem que vai providenciar uma apuração do caso junto ao Samu para entender a demora ocorrida entre a abertura do chamado e a chegada dos profissionais.

Motorista morre após bater em árvore no ES

Um #Acidente grave de carro foi registrado neste domingo (25) em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, matando Rubens de Oliveira Grillo, de 38 anos. A batida ocorreu no início da madrugada, em uma das principais vias da cidade. 

Segundo a PM, o motorista perdeu o controle do veículo atingindo em cheio uma das árvores na avenida Francisco L. de Aguiar. 

Mesmo com o pronto atendimento por parte da equipe de bombeiros, Rubens não resistiu à gravidade dos ferimentos causados pelo acidente e acabou morrendo no local.

Publicidade

A perícia foi acionada para verificar o que teria causado a perda do controle da direção. 

Conhecido carinhosamente pelo apelido de Serginho, o publicitário era dono de agência de conteúdo e reconhecido no mercado de propaganda, tendo recebido diversos prêmios por sua atuação profissional. O corpo foi velado e enterrado no cemitério do bairro IBC, em Cachoeiro.

#Morte