Os estudantes que foram pré-selecionados na chamada para o segundo semestre e que tiveram seus nomes divulgados na quinta-feira (30) terão um prazo maior para concluírem a inscrição no sistema SisFies. O prazo estipulado para esta sexta-feira (1º) foi prorrogado para do dia 15 de julho.   

Motivo para a mudança

O MEC garante que a mudança não prejudicará o processo de financiamento e que aconteceu por ajustes na fórmula do cálculo do sistema, visto a alteração na faixa de renda per capta exigida para concessão de novos financiamentos, valor esse sendo elevado de 2,5 para 3 salários mínimos. 

Inscrição

O programa Fies - Fundo de Financiamento Estudantil - teve 294 mil inscritos no período de 24 e 29 de junho, e oferecerá, nesta edição, 75 mil financiamentos.

Publicidade
Publicidade

A lista com o nome dos estudantes demorou a ser divulgada, tendo saído por volta das 22h, desta quinta-feira (30). Aqueles que não forem selecionados irão automaticamente para a lista de espera. 

Na publicação, que saiu hoje no "Diário Oficial da União", foi informada apenas a data de início da conclusão das inscrições que será a partir do dia 15, não informando o prazo final. Também não foi informada a data de convocação para os estudantes que tiverem seus nomes na lista de espera. 

Para saber o resultado da seleção os alunos devem acessar a página do Fies. Resultado esse que é apenas uma pré-seleção, que assegura apenas a expectativa à vaga, visto que a contratação do financiamento está condicionada á conclusão da inscrição e ao cumprimento das outras regras e procedimentos exigidos no programa. 

Fies

O Fies é uma das três principais iniciativas do #Governo para incentivar o ensino superior no Brasil.

Publicidade

Temos o Sistema de Seleção Unificada - Sisu - que seleciona estudantes para vagas em universidades públicas; o Prouni - Programa Universidade para Todos - que concede bolsas de estudo em instituições particulares; e o Fies que oferece contratos de financiamento estudantil para cursos superiores em instituições privadas, com foco em alunos de baixa renda, com taxa de juros de 6,5% ao ano.  

Para participar do Fies é necessário ter feito o Enem - Exame Nacional do Ensino Médio - a partir do ano de 2010. Ter obtido um mínimo de 450 pontos como nota nas provas, não ter zerado a prova de redação e possuir renda per capta familiar de até três salários mínimos, o que equivale a R$ 2.640 por pessoa. Atualmente, existem 2,1 milhões de estudantes que fazem parte do programa.   #Dicas #Bolsa Universidade