O médico Guilherme Capel Pasqua, que trabalha no Hospital Santa Rosa de Lima, em Serra Negra (SP), foi  devidamente afastado do #Trabalho após ter  tirado uma foto e a publicado numa rede social. A foto foi tirada com uma imagem do receituário onde o mesmo escreveu as palavras usadas pelo paciente, do mesmo jeito errado que o paciente as pronunciou. O médico havia atendido o paciente, cujo nome é José Mauro de Oliveira Lima, 42 anos minutos antes.

O paciente, que é mecânico, tem pouca escolaridade e foi para a consulta junto com o seu enteado, o eletricista Claudemir Thomaz Maciel da Silva, de 25 anos. Quando foi dado o diagnóstico, o senhor José Mauro questionou qual seria o  tratamento para a "peleumonia".

Publicidade
Publicidade

O médico então teria dado risadas, algo extremamente antiprofissional. 

O enteado do José Mauro diz que naquele não imaginou que o doutor também iria debochar posteriormente pelas redes sociais. Quando viu o deboche nas redes sociais, chamou atenção do médico, que apagou a postagem. Claudemir está inconformado com a falta de ética do médico e falta de respeito;  pois seu tio é um homem simples e não teve oportunidade de estudar por falta de condições financeiras.

Claudemir informou que seu tio ainda nem sabe que o assunto virou notícia na mídia e rede social, e imagina que logo o tio ficará sabendo e ficará muito chateado pela situação à qual foi exposto. Parentes e amigos ao verem a foto na internet também questionaram a conduta do profissional e das  duas funcionárias do hospital que usaram comentários para também debochar de outros erros cometidos por pacientes.

Publicidade

O caso lembra outro que ocorreu em 2012 em Salvador, onde um médico foi afastado após receitar "cadialina" para paciente que estava acima do peso. Esse médico falou para paciente comprar sete cadeados e ainda disse que nas segundas, quartas e sextas deveria beber água e nos outros dias jejuar.

Esses casos revelam a falta de consideração e respeito com os pacientes, cometidos por muitos médicos no Brasil. Muitos se acham acima da lei e se sentem superiores pela posição que assumem. É sempre importante denunciar e tomas as medidas cabíveis para que casos como esses não mais se repitam. #Curiosidades #Medicina