Um bandido precisou chamar a Polícia para ser socorrido e acabou preso na capital do estado do Paraná, Curitiba. O meliante acabou sendo alvo de sua vítima, uma menina de dezessete anos. A jovem estava em um ponto de ônibus, quando o homem anunciou que faria o roubo na parada do transporte coletivo. O que o ladrão não esperava era que a jovem estivesse bem preparada. Ela carregava uma máquina de choque na bolsa e não pensou duas vezes antes de usá-la. O caso aconteceu na terça-feira, 26, mas somente neta quinta-feira, 28, ganhou a atenção da mídia nacional. 

Vendo que tinha se dado mal, o bandido ainda tentou se fazer de bonzinho e garantiu que era a menina quem estava assaltando o ônibus.

Publicidade
Publicidade

Ele chegou a chamar pela Polícia, que o prendeu logo em seguida. Pelo visto, os policiais são bastante obedientes e operantes, para a falta de sorte do meliante. De acordo com a Polícia, o aso aconteceu no bairro Portão e envolveu a linha interbairros II de Curitiba. A menina não foi acusada de roubo porque outras pessoas viram e ouviram o momento em que o criminosos tentou assaltar a todos. O homem deixou muito claro o que queria fazer antes da garota usar a arma de choque. 

O assaltante não teve o nome identificado, mas segundo o G1, ele está detido no Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul). Em entrevista ao portal de notícias, o responsável pelo caso, delegado Gustavo Feltes, que gerencia a Delegacia de Furtos da cidade, revelou que a máquina de choque usada pela vítima não é proibida.

Publicidade

No entanto, o profissional de segurança lembra que esse uso de artifício poderia colocar a própria vida da jovem em perigo, além é claro, das vidas das outras pessoas que estavam no ponto. 

O delegado diz que se o criminoso tivesse armado ele poderia ter atirado por conta do susto, atingindo qualquer pessoa, já que o tiro provavelmente seria dado no calor das emoções. O policial explicou que o objeto utilizado pela menina não é uma arma e sim uma máquina e que é diferente do tipo utilizado por agentes da lei. A arma só é de uso da Polícia.  #Crime #Investigação Criminal