Os crimes de estupros sempre chocam a todos, mas este ainda mais, por ter sido cometido por um adolescente que tem apenas 14 anos. O #Crime aconteceu em Manaus, no bairro Crespo, que fica na zona sul da cidade. A família da menina, que tem apenas 11 anos, já confirmou que ela engravidou depois do ato sexual forçado.

O estupro, de acordo com a família, teria acontecido no dia 2 de fevereiro, mas só ficaram sabendo agora quando descobriram que a criança está grávida e foi então que ela contou tudo que aconteceu. O Conselho Tutelar da Zona Sul, ao tomar conhecimento do caso, acionou a Polícia Militar que identificou o suspeito rapidamente, pois ele mora perto da casa da menina.

Publicidade
Publicidade

Ao ser encaminhado para a delegacia, o adolescente confirmou que manteve relações sexuais com ela, mas segundo seu depoimento, os dois estavam namorando e os atos eram praticados com o consentimento da menina. Logo após ter sido ouvido, o adolescente foi liberado, ficando marcada uma audiência com todos os envolvidos para o dia 23 de agosto.

De acordo com as informações da Deaai - Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais - a criança está grávida de 6 meses e a família não informou nada a respeito do que pretende fazer daqui para frente, mas tudo indica que a gravidez não será interrompida, porém, terá que ser seguida de perto pelos profissionais da saúde, já que se trata de uma gestação de alto risco por causa da idade da menina.

Outra tentativa de estupro feita por adolescente de 14 anos

Um outro garoto, também de 14 anos, tentou estuprar uma menina que estava em casa, no bairro Nova Floresta, na cidade Manaus.

Publicidade

Esta vítima também tem apenas 11 anos e encontrava-se sozinha em casa, assistindo televisão, quando o jovem entrou escondido na residência, segurou a menina com força, tapou sua boca e então começou a tocar em suas partes íntimas.

Desesperada, a menina mordeu o braço do suspeito e conseguiu fugir, gritando por socorro. Moradores próximos conseguiram segurar o adolescente antes que ele fugisse.

A polícia foi chamada e, ao ser questionado, o garoto disse apenas que "sentiu vontade". #Violência #Casos de polícia