O caos chegou até os jogos olímpicos do Rio de Janeiro. Faltando pouco mais de 20 dias para a abertura do evento mais importante que o Brasil já recebeu os militares decidiram se revoltar e até a segurança da tocha olímpica pode ficar abalada. De acordo com uma reportagem publicada nesta quarta-feira, 13, pela revista Veja, bombeiros e homens da Força Nacional pensam em desistir de trabalhar nos jogos. O motivo é que os pagamentos deles estão atrasados. Além disso, as jornadas de trabalho tem passado do ponto e existem péssimas condições em apartamentos onde os militares estão dormindo. Os alojamentos ficam na Zona Oeste. 

Não é  a primeira vez que protestos desse tipo ocorrem.

Publicidade
Publicidade

No entanto, estes parecem ser os mais sérios até agora. Na terça-feira, 12, uma manifestação de agentes pediu melhores condições de trabalhos dos oficiais. Além disso, revoltados, eles pediram para voltar para os estados onde moram e reencontrarem suas respectivas famílias. Ao todo, a Força Nacional conta com quatro mil homens. Estão nessa soma muitos policiais e bombeiros que vestem a camisa para o evento que será realizado a partir do dia 05 de agosto na cidade maravilhosa. 

O salário dos militares está atrasado há quase um mês. O pagamento deveria ter ocorrido no dia 22 do mês passado. Além disso, muitos estariam trabalhando mais tempo do que o combinado, devido à alta periculosidade do estado do Rio de Janeiro. Em contrapartida, o governo pouco tem dado a eles. Todos que estão no Rio foram alocados em condomínios do 'Minha Casa, Minha Vida', que foram inaugurados justamente para recebê-los.

Publicidade

Os imóveis depois passarão por leilões e serão vendidos para pessoas que se enquadrem no perfil social do programa. 

Os militares reclamam de algo conhecido por muitos moradores que recebem o benefício. Mesmo recém-inaugurados, os apartamentos apresentam inúmeros problemas. Alguns chegam a ficar alagados por conta das muitas infiltrações. Boa parte das obras foram feitas por empreiteiras que hoje são investigadas em esquemas de corrupção.  #Rio2016