Muita gente estranha o fato do Partido dos Trabalhadores (PT) estar tentando ao máximo procrastinar a Comissão do #Impeachment no Senado Federal. Um dos políticos mais atuantes nessa tentativa de deixar tudo lento é o Congressista Lindbergh Farias, eleito pelo Rio de Janeiro. O mistério envolvendo essa procrastinação começou a ser revelado nesta segunda-feira, 04, pelo site 'Diário do Poder'. De acordo com uma reportagem publicada por lá, a estratégia da legenda é fazer com que o cenário internacional se compadeça do que acontece aqui no Brasil. Com isso, a votação do impedimento deve acontecer justamente em um momento muito esperado do país, as Olimpíadas. 

De acordo com o jornal 'O Globo', a presidente afastada #Dilma Rousseff será convidada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) a estar na abertura dos jogos, que acontecerá no estádio do Maracanã.

Publicidade
Publicidade

No entanto, Dilma estará no camarote dos ex-presidentes. Já o presidente em exercício, provável sucessor de Rousseff com dua deposição, Michel Temer, do PMDB, verá tudo de camarote. 

Enquanto isso, o julgamento do impedimento continua a pleno vapor e o mundo inteiro acompanhando. As Olimpíadas acabarão no dia 21 de agosto, já a votação no Plenário do Senado deve acontecer no fim do mesmo mês, entre os dias 24 e 26. A mídia aproveitará e continuará aqui no Brasil para ver o desfecho dessa história e como ela influenciará os brasileiros. Além disso, logo na sequência das Olimpíadas começam as Paraolimpíadas. 

A informação com a tática que impressiona teria sido confirmada por Lindbergh ao site 'Diário do Poder'. Farias conta que a votação pode ocorrer um pouco antes, justamente nos últimos dias dos jogos, entre 17 e 19.

Publicidade

Para isso, a defesa poderia até deixar de lado uma das alegações finais no processo, justamente ela que tanto procrastinou. Dessa forma, os petistas vão bater na tecla de que existe um "golpe parlamentar" no país e fazer tentar a mídia internacional acreditar que isso é uma verdade. 

"Precisamos chamar atenção para o que está acontecendo aqui.  Durante os Jogos Olímpicos, toda a imprensa internacional vai estar no Brasil e a imprensa no exterior sempre esteve do nosso lado", contou o Congressista.  #PT