De acordo com informações da Rede Globo de Televisão, morreu nesta quinta-feira, 07, o ator Guilherme Karan. Ele tinha uma doença rara, a síndrome hereditária Machado-Joseph, que faz com que os portadores tenham desequilíbrio para a coordenação motora. Ele tinha 58 anos e ficou eternizado por fazer o vilão 'Baixo Astral' no filme 'Super Xuxa contra o Baixo Astral'. De acordo com o jornal carioca Extra, a #Morte do profissional da dramaturgia que fez dez novelas na TV Globo, ocorreu no hospital Naval Marcílio Dias, onde ele estava internado. Familiares do artista confirmaram a morte à mídia. Ele estava internado há dois dias na unidade hospitalar. 

A doença degenerativa a qual o ator lutava também fazia com que ele tivesse dificuldades de caminhar e até mesmo de mastigar.

Publicidade
Publicidade

Diversas pessoas da família do ator também possuem a síndrome Machado-Joseph, como três irmãos dele. De acordo com a Revista Quem, dois desses irmãos morreram pelo mesmo motivo. Um dos primeiros trabalhos de Karan na televisão foi na novela 'Partido Alto'. No folhetim, ele deu vida ao personagem Políbio.

No entanto, foi fazendo personagens engraçados que ele ficou conhecido em todo o país, como no vilão controverso do filme de Maria da Graça Xuxa Meneghel. A apresentadora tinha grande proximidade com Guilherme, levando ele diversas vezes em seu programa. Até o fechamento desta reportagem, a eterna rainha dos baixinhos ainda não havia comentado a morte do ator que dividiu com ela um dos seus principais filmes. Ao lembrar a carreira de Karan, a Globo preferiu não citar Xuxa, agora contratada da TV Record, mas que teve uma carreira de 29 anos na emissora. 

Nas redes sociais, outros papeis de Karan foram lembrados, como sua atuação em 'TV Pirata', considerado um dos principais programas humorísticos da história da telinha no Brasil.

Publicidade

"Nossa, ele era muito engraçado. Pena que morreu, mas pelo menos parou de sofrer", publicou um fã lembrando da doença que traria grande dor ao famoso. Ainda não há informações sobre o velório do ator.  #É Manchete!