Neste domingo, 24, o primeiro grande passo para os jogos olímpicos foi dada. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, do PMDB, inaugurou a Vila Olímpica, localizada na Zona Oeste da cidade. No entanto, o que era para ser um marco no calendário olímpico e fazer muitos brasileiros ficarem felizes acabou sendo, na verdade, um vexame. Atletas e delegações reclamaram de diversos defeitos encontrados nos prédios recém entregues. Nenhum deles, no entanto, tiveram atitude mais forte que a delegação australiana. Eles chegaram a recolher todos os equipamentos e disseram que os apartamentos eram inabitáveis. 

Minutos depois da chefe da delegação australiana dizer que participou de cinco Olimpíadas, mas que não viu nada tão desastroso como a Vila Olímpica carioca.

Publicidade
Publicidade

O vexame olímpico estampou a capa de sites de todo o planeta. Jornais internacionais deram na primeira página as primeiras impressões de como serão os primeiros jogos da América do Sul. Chuveiros quebrados, fios aparentes, roubos, curto circuito, vasos entupidos, inundações e outros problemas viraram motivos de reclamações do comitê australiano. 

A entidade disse que procuraria por hotéis até que as coisas se resolvessem. Após os australianos registrarem fotos que comprovam o problema, não houve outra solução. O Comitê Olímpico internacional admitiu que em todos os prédios há problemas, mas que técnicos trabalhariam 24 horas por dia para resolverem todas as questões. Os primeiros atletas que chegassem ocupariam as melhores instalações. Assim que outras em condições de se habitar estiverem prontas, novos esportistas poderão ocupá-las. 

Veja como portais noticiaram o caos na Vila Olímpica do Rio 

Na Austrália, a notícia foi dada com muito destaque.

Publicidade

O jornal "Sydney Morning Herald" deu espaço para as declarações da falta de condições de se habitar um local caótico. Fotos e vídeos da Vila Olímpica e notícias de que houve até vaquinha para realizar pequenas obras de países que vão se hospedar no local também fizeram parte do recheio das críticas jornalísticas. 

Já o jornal inglês "Daily Telegraph" diz que não há segurança no local onde os atletas vão ficar.  A rede britânica "BBC" também falou de como o inconveniente é ruim para o #Governo brasileiro. A CBC, que é uma TV do Canadá, preferiu focar nos problemas elétricos e no possível choque que os esportistas poderiam levar. O site de notícias indiano "Indian Express" detonou: “Pronta ou não, Vila Olímpica é inaugurada no Rio”. #Rio2016