É comum recebermos prestadores de serviços dentro de nossas residências, mas, infelizmente, a visita de um técnico de televisão a cabo acabou virando caso de polícia.

Um caso de assédio foi denunciado pela vítima em suas redes sociais. A fotógrafa Juliana Barros foi assediada recebendo mensagens com conteúdo pornográfico, através de um aplicativo. Segundo a vítima, o contato com o rapaz se deu devido a um problema em seu aparelho de televisão a cabo. O homem era empregado da empresa responsável em realizar o conserto.

Juliana contou que o contato se iniciou no finalzinho do mês de junho, o homem esteve em sua residência para poder instalar um adaptador, porém, ela não tinha o aparelho.

Publicidade
Publicidade

Foi então que ele deixou seu número de celular com a vítima para que ela entrasse em contato quando tivesse o material necessário para realizar o serviço.

A fotógrafa relatou que enviou uma mensagem para o homem sete dias depois, informando que não havia encontrado o aparelho. No entanto, ele se mostrou prestativo e disse que a ajudaria com um equipamento parecido e a chamou de gata. Ela disse ter estranhado a intimidade, mas deixou passar.

Passados alguns dias, o assédio ficou pior e ela começou a ter medo. Segundo Juliana, o homem usava palavras baixas e chegou a lhe chamar de vaca, as últimas mensagens recebidas pela vítima foi no dia 22 de julho.

Depois de toda situação que vivenciou, ela disse que decidiu divulgar para que mais mulheres fiquem atentas e não passem pela mesma coisa e que outras vítimas de assédio tenham coragem de denunciar.

Publicidade

A fotógrafa prestou queixa na polícia e o caso esta sendo investigado.

Funcionário demitido

A Net, empresa onde o homem prestava serviço divulgou nota informando que identificou o empregado e ele foi demitido da instituição. A empresa ainda se colocou a disposição para qualquer esclarecimento.

Mensagens pelo WhatsApp

A vítima disse que o teor das mensagens era extremamente ofensivo e de conotação sexual, usando palavras de baixo calão e chegou até a chamar a moça de vaca. Ela também postou tudo que aconteceu em sua página na rede social. #assédiosexual #Crime