Absurdo para muitos, essa parece uma situação bastante comum em algumas regiões do Brasil. Em Sergipe, por exemplo, trocar a filha (uma criança) por uma vaca não foi algo assim tão absurdo para os pais que a entregaram a um estranho com o claro propósito de servi-lo sexualmente.

O caso em questão ocorreu em São Cristóvão, cidade com 90 mil habitantes, onde é público e notório o hábito das pessoas, inclusive autoridades, alugarem chácaras para passarem os finais de semana com adolescentes e lá abusarem das mesmas.

Pois bem, a menina, obviamente virgem, e justamente por isso, foi negociada em troca de uma vaca e entregue pelos próprios pais a um homem de 57 anos.

Publicidade
Publicidade

De aparência frágil, a menina passou, pelo menos, oito meses sendo violentada, com o consentimento de seus pais, num casebre construído pelo próprio estuprador, dentro das terras da família da vítima.

José do Anjos, o comprador, 44 anos mais velho que a menina, é um comerciante de vida simples, considerado como “poderoso” por alguns moradores cuja a vida é mais modesta.

Segundo a Justiça, José dos Anjos violentava a filha de José Carlos, pelo menos duas vezes por semana.

Consta que a família da menina era ameaçada pelo comerciante. 

No dia da prisão, há dois anos, José dos Anjos comportou-se com toda a naturalidade, como se não tivesse feito nada demais.

A organização Promundo realizou uma pesquisa com o tema "casamento na infância e adolescência no Brasil". O resultado não foi nada favorável, pois o Brasil ocupa, hoje, no mundo, o 4ª lugar de crianças que se casam antes dos 16 anos.

Publicidade

Os números são assustadores, mais de 66 mil mulheres com a idade entre 9 e 15 anos já vivem amasiadas, e mais de 2.500 crianças já se casaram no cartório e igrejas.

A pesquisa mostra que um dos fatores que levam a esse comportamento é  garantir uma vida boa para a mulher.

A rede de reportagem da Record fez uma matéria sobre o caso, e, depois de alguns dias, misteriosamente o pai da garota foi assassinado. Autoridades confirmam que José dos Anjos foi morto com cinco tiros na cabeça. O real motivo do assassinato ainda não foi revelado. #Crime #Investigação Criminal