Nesta segunda-feira, 25, um fato teve grande repercussão na internet. Um homem, muito fã da presidente afastada Dilma Rousseff, estava a tentar fazer de tudo para assistir o seu discurso durante a passagem da representante do Partido dos Trabalhadores (PT) por Aracaju, capital do estado de Sergipe. Não conseguindo ver bem a presidente, ele, que não teve o nome identificado, decidiu subir em um poste. Manifestantes a favor de Rousseff o alertavam para o perigo do ato. No entanto, a vítima parecia ter ingerido bebida alcoólica e estar fora de si.

Durante os últimos momentos de vida, o homem que fez de tudo para ver Dilma, ainda balançou uma camisa vermelha, cor do partido da petista.

Publicidade
Publicidade

Em seguida, ele se pendurou nos cabos de energia e levou um grande choque, que acabou sendo fatal. Diversos vídeos com o momento do incidente foram parar nas redes sociais. A presidente não comentou o caso. O homem chega a causar uma explosão antes de voar longe. No momento da explosão, o povo gritava "Viva Dilma". 

A política companheira do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazia uma preparação para discursar na chamada Jornada Nacional Pela Democracia. De acordo com o jornal Extra em matéria publicada nesta terça-feira, 26, o homem morto teria como emprego guardar carros na região. Ele seria uma espécie de "flanelinha". 

O homem teve parada cardíaca e traumatismo craniano. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju, ele faleceu enquanto estava a caminho do hospital de urgência da cidade.

Publicidade

Não foi encontrado nenhum documento de identificação com o homem, o que pode ter atrapalhado a identificação do corpo. No entanto, acredita-se que com a divulgação das imagens, parentes ou amigos do petista seja identificado.

É preciso lembrar que não é recomendável encostar na rede elétrica. Apesar dos fios serem encapados, esse risco atinge até mesmo os profissionais que trabalham diariamente nesse setor no Brasil e no mundo. 

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento em que o petista é eletrocutado:

#Crime #Morte