De acordo com a última edição da revista Veja, a Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu surpreender a todos. A entidade pediu ao Supremo Tribunal Federal, o STF, nomes de investigados por tentarem atrapalhas a principal investigação em vigor no país, a Lava-Jato. Entre esses nomes, destacam-se dois ex-chefes de estado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente afastada Dilma Rousseff, ambos do Partido dos Trabalhadores. A lista traz ainda o nome do ex-Ministro da Justiça e atual advogado de Rousseff, José Eduardo Cardozo, além de outros nomes. 

A revista conseguiu o pedido inteiro da PGR para abrir uma investigação contra esses nomes.

Publicidade
Publicidade

O material, até então, estava sob sigilo. Para o procurador Rodrigo Janot, existem elementos que comprovariam um "complô" para abafar o trabalho do juiz federal Sérgio Moro. Janot foi além e pede ao Supremo que possa ter acesso ao circuito de segurança do Palácio do Planalto. O objetivo é ter certeza o que Dilma realmente fez e com quem ela se encontrou. De acordo com a Veja, uma das fitas que Janot quer é a que mostra a suposta reunião entre Dilma, o ex-Senador Delcídio do Amaral e o Ministro Marcelo Navarro.

Segundo delação de Delcídio do Amaral, o encontro teve como objetivo planejar a liberação dos presos na Lava Jato. Além das Câmeras do Palácio onde as leis federais são assinadas, os investigadores ainda querem apurar a questão do termo de posse do ex-presidente #Lula no Ministério da Casa Civil.

Publicidade

O objetivo é ver se houve ou não algo errado. A posso do ex-líder sindical no cargo foi feita dias depois do Ministério Público do Estado de São Paulo pedir a prisão preventiva do político. Para a oposição, o petista estaria tentando fugir da Justiça e conseguir foro privilegiado como Ministro, podendo, portanto, apenas ser investigado, caso o Supremo Tribunal Federal assim o decida.

A decisão com o pedido de Rodrigo Janot surpreende ainda mais pelo fato dele ter sido bastante criticado por dar penas consideras brandas a petistas. O jogo virou agora? O que você acha desse pedido feito pela Procuradoria ao Supremo? Comente! #Dilma Rousseff