O PIS/PASEP 2016/2017 referente a 2015 começa a ser pago no dia 28 de julho para os aniversariantes desse mês. É muito importante conferir a data que você pode sacar o benefício, para não correr o risco de perdê-lo. O valor do abono é de R$ 880,00, valor que pode tirar muita gente do sufoco ou ser poupado para ocasiões futuras.

Estado do Amazonas tem milhões de reais à espera de saque

Mais de R$ 12.000,000 estão à espera dos beneficiários do PIS/PASEP 2014, residentes no estado do Amazonas, que ainda não fizeram o saque. Por isso, o prazo foi prorrogado de 28 de julho até 31 de agosto. Quem não sacar até essa data não terá mais direito, pois os valores serão repassados para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Publicidade
Publicidade

Fique atento e compartilhe essa informação com seus amigos, principalmente para os moradores do estado do Amazonas, pois, além de ter direito ao benefício do ano de 2015, podem ter direito ao de 2014. Ou seja, podem receber o total de R$ 1.760,00.

Telefones para contato e esclarecimentos

Para quem tem dúvidas sobre as datas e outros assuntos referentes ao PIS/PASEP 2016/2017, o #Governo disponibilizou um telefone para passar as informações para o trabalhador. O número é o 158. Já quem prefere pegar informações direto nas agências da Caixa Econômica Federal o número para contato nesse caso é o telefone 0800-726 02 07, e no Banco do Brasil o número é o 0800-729 00 01. No Banco do Brasil, ocorrem os pagamentos referentes ao PASEP, enquanto na Caixa os referentes ao PIS.

Requisitos para receber o PIS/PASEP 2016/2017

Todos brasileiros queriam ter direito a esse rendimento extra, que é pago anualmente, porém, para ter o benefício, é indispensável atender os requisitos estipulados pelo governo, que inclui receber até 2 salários mínimos mensais e estar a, no mínimo, 5 anos cadastrado no PIS/PASEP.

Publicidade

Fique atento às datas que foram divulgadas, e de forma alguma deixe para trás os valores que tem direito a receber, pois, como vimos, quem não saca, perderá o benefício e todo o valor será devolvido ao governo, por meio do FAT. #Dicas #Dilma Rousseff