Por meio da página "Ansar al-Khilafah #Brazil", um grupo de radicais brasileiros declarou sua fidelidade ao Estado Islâmico, a primeira declaração foi detectada pelo grupo de monitoramento de atividades potencialmente terroristas, SITE Intelligence Group.

Segundo a instituição de inteligência SITE, esse é o primeiro grupo dessa natureza a atuar na América do sul. Com a proximidade das Olimpíadas, a diretora do SITE, Rita Katz, alerta para que sejamos cautelosos com o crescente número de grupos semelhantes surgindo ao redor do globo.

No Twitter, podemos conferir que o grupo SITE Intelligence Group postou a informação de que um certo canal no Telegram chamado Ansar al-Khilafah #Brazil declarou fidelidade ao líder do ISIS.

Publicidade
Publicidade

Terrorismo

A diretora da SITE, Rita Katz, também comentou que vários canais de diversos idiomas, entre eles, português, inglês e espanhol, vem apresentando um crescimento muito forte, e várias pessoas estariam engajando e interagindo nesses canais.

Rita Katz é atualmente responsável pelo grupo SITE, e informa desde junho a existência desse novo grupo islâmico em português, que atualmente funciona como um canal informativo sobre o Estado Islâmico, lá foi divulgado um vídeo de um jornalista sendo executado antes mesmo do mundo tomar conhecimento sobre isso.

Contra-terrorismo

O grupo SITE, (em inglês é uma sigla para "procura, ou busca, de entidades terroristas"), é visto no mundo, especialmente nos Estados Unidos da América, como uma forte organização no combate ao terrorismo, tendo recebido elogios do FBI desde 2007, quando o grupo achou os primeiros vídeos de Osama Bin Laden tempos depois do atentado de 11 de setembro.

Publicidade

O grupo atualmente foi contratado pelo governo americano e por algumas empresas privadas para monitorar atividades de jihadistas ao redor do globo, e dessa forma tentar prever possíveis ameaças terroristas em eventos de grande porte, como as Olimpíadas de 2016, que terá como sede o Brasil esse ano.

As autoridades brasileiras insistem em afirmar que a segurança do evento está garantida, mas diante da forte crise financeira e social do estado do Rio de Janeiro, muitos estão apreensivos com o grande evento que acontecerá em alguma semanas. #Rio2016 #Ataque Terrorista