Enquanto se aproxima dos capítulos finais de seu processo de impeachment, a presidente afastada Dilma Rousseff têm usado seu site oficial e suas redes sociais para se comunicar com seus apoiadores e se defender dos ataques.

No último domingo, dia 24, a assessoria de imprensa da petista publicou uma nota em seu site criticando afirmações noticiadas pela mídia de que teria “jogado a toalha”. Divida em cinco pontos, a declaração emitida pela equipe da presidente afirma que “não existe, nem nunca existiu, a hipótese de renúncia”. A nota também afirma que Dilma segue “determinada a voltar para a presidência”, classificando o governo de #Michel Temer como “golpista”.

Publicidade
Publicidade

A presidente afastada também negou ter se encontrado recentemente com o presidente do senado, Renan Calheiros, e afirmou que a mídia tem se ocupado em publicar ficção ao invés de fatos. A nota também afirma que o processo que de #Impeachment é uma “fraude” e afirma que os fatos apresentados não evidenciam nenhum crime fiscal praticado por Dilma.

O texto também afirma que Dilma continuará a resistir ao que chamou de golpe através de viagens pelo Brasil e pelo diálogo com o Senado nacional. #Dilma Rousseff