Nesta terça-feira, 05, a Senadora Simone Tebet, eleita pelo PMDB do Rio Grande do Sul com mais de 600 mil votos, impressionou a todos ao motivar o que a levaria a votar contra a presidente afastada Dilma Rousseff. Na Comissão do impeachment do Senado, ela diz ter total certeza de que a petista cometeu os crimes e diz que a política fraudou o povo brasileiro. Segundo Simone Tebet, nenhum fraudador coloca a própria assinatura em um crime e que foi isso o que a reeleita pelo Partido dos Trabalhadores (#PT) teria feito. 

Simone Tebet ainda criticou quem fala mal da acusação de Dilma e diz que os acusadores procuram "pelo em ovo".

Publicidade
Publicidade

Ela lembra que o Senado, infelizmente, apenas pode analisar as contas de Rousseff utilizando o ano de 2015. "Isso é apenas a ponta do iceberg", diz a Congressista impressionando os colegas com um discurso elegante e baseado na constituição brasileira. Durante três minutos, a peemedebista deixou claro que ninguém que rouba e é espero o suficiente deixa rastros evidentes do crime.

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento em que a Senadora motivou o seu voto e impressionou os próprios colegas:

O vídeo com a Senadora foi bastante apoiado pelos seguidores dela nas redes sociais. Em poucas horas, a publicação já tinha mais de 55 mil visualizações, mostrando o poder da internet durante todo o processo de #Impeachment. Veja abaixo alguns dos comentários:

"Excelente exposição Senadora! Parabéns pelo trabalho e por nos representar tão bem! Apenas gostaria de reforçar e pedir algo muito importante".

Publicidade

"O desgoverno petista transformou o Brasil num caos econômico e político...o povo brasileiro está lutando para sobreviver e a situação está cada vez mais desesperadora...o número de desempregados é alarmante, é preciso adotar medidas para a geração de empregos urgentemente".

"Parabéns, Senadora, como é bom poder ouvir um representante do Senado demonstrar que conhece gestão pública. É horrível ficar ouvindo discursos emocionais de autoproteção partidária em detrimento de um país. Não sou do teu Estado mas a Senhora me representa".  #Dilma Rousseff