A ousadia dos criminosos parece não ter limite mesmo. Que o diga um criminoso de São Paulo. Ele foi preso depois, de segundo a Polícia, ter roubado um caminhão. Os agentes de segurança, no entanto, travaram uma intensa perseguição antes de deter o meliante na Marginal Tietê, na maior cidade do país. O ladrão, além de roubar o caminhão, manteve o motorista do veículo como refém por quase dez horas. O homem, que realizava apenas o seu trabalho, só foi libertado graças ao trabalho da Polícia. A liberação ocorreu na noite desta sexta-feira, 01, e foi alvo dos principais telejornais locais. 

De acordo com informações do G1, o homem foi perseguido pelo GOE, O Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil.

Publicidade
Publicidade

Tudo ocorreu em altíssima velocidade em um horário lotado de motoristas. Segundo o portal de notícias da Globo, houve troca de tiros. O caminhão, durante a perseguição, chegou a fazer direção perigosa, invadindo outras pistas e tentando jogar as viaturas da Polícia longe dele. No entanto, os seguranças foram mais espertos e tiveram a ideia de dar tiros nos pneus do veículo. Ao todo, seus pneus foram atingidos, no entanto, apenas um, o da frente, acabou estourando. 

A perseguição não foi tão longa, por apenas um quilômetro, mas suficiente para deixar muita gente com medo. O homem, que não teve o nome identificado, após roubar o caminhão e sequestrar o motorista, ainda correu e se jogou no rio tietê. Ele saiu completamente sujo de dejetos humanos. O meliante tem 18 anos, mas apesar da pouca idade não teve receio de realizar as práticas criminosas.

Publicidade

De acordo com a Polícia, outros criminosos teriam ajudado o rapaz. Eles estariam em dois outros carros e tinham o intuito de evitar que o motorista pudesse se rebelar, fazendo uma espécie de uma escolta armada da carga. 

O motorista, depois de ser salvo, contou que foi abordado na altura no pedágio da Avenida Ayrton Senna. O sequestrador teria escalado um escada, entrando pela porta do passageiro enquanto o caminhão ainda estava em movimento. As informações mais parecem com filmes de ações e surpreenderam até os agentes acostumados a lidar todos os dias com esse tipo de situação.  #Crime #Investigação Criminal