Muita sujeira. Mesmo dois dias depois de ser aberta, a Vila Olímpica do Rio de Janeiro apresenta problemas impressionantes. Na madrugada desta terça-feira, 26, mais uma delegação decidiu abandonar a localidade, a da Suécia. Ela soma-se a da Austrália, que no domingo, 24, também já havia relatado o desespero da estrutura no local. Em rede social, muitos suecos ficaram indignados. Fotos feitas pelo comitê do país foram compartilhadas nas redes sociais. "Não queremos porcaria", disse um internauta que apoiou a debandada dos atletas da Vila. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, do PMDB, já havia prometido uma força-tarefa para solucionar todas as questões.

Publicidade
Publicidade

Cerca de 600 homens trabalham nas reformas, mas a Suécia cansou de esperar. Fotos mostram que o banheiro dos apartamentos estava imundo. 

A delegação sueca disse ainda que o acabamento nos quartos era muito precário. De madrugada, os atletas pegaram as malas, chamaram um táxi e decidiram ir para hotéis da região. Estava feito mais um mico olímpico. Como noticiamos, os Estados Unidos sequer esperaram para ver os problemas. O grupo americano decidiu primeiro se hospedar no Hilton Hotel. A delegação com mais de 500 atletas primeiro se instalará e depois saberá se vai ou não para a Vila Olímpica. Já se trabalha com a hipótese de permanecer nos hotéis até o fim dos jogos. Atletas quenianos chegaram a deixar uma mensagem que mostra o vexame da situação em um dos murais feitos para recados dos esportivos.

Publicidade

Eles pedem para que o banheiro deles seja consertado. 

De acordo com a delegação sueca, os apartamentos com toda certeza não estaria prontos. Agora a delegação afirma que vai bancar com dinheiro do próprio bolso os alugueis em hotéis e também a alimentação. Agora o Comitê Olímpico já diz que apenas na quinta-feira, 28, tudo estará impecável. Já o #Governo brasileiro diz que não tem qualquer responsabilidade nos problemas da obra, mas que cobraria entidades internacionais pelo esgoto que vazava, chuveiros que não funcionavam e etc.  #Rio2016