A especialista norte-americana em contraterrorismo, Rita Katz, revelou nessa quarta-feira, 20, que os terroristas do extremismo islâmico divulgaram, por meio do Telegram, uma lista ações para serem realizadas nos dias das competições olímpicas no Rio de Janeiro.

Rita informou que os extremistas instruíram os combatentes e lobos solitários que vivem no Brasil a realizarem os ataques, apresentando uma espécie de cronograma terrorista para a atuação dos terroristas.

Instruções de ataques

Dentre todas as orientações feitas pelos jihadistas, o manual terrorista inclui ataques em aeroportos, sequestros com reféns, ataques em lugares públicos, envenenamento de pessoas e esfaqueamento.

Publicidade
Publicidade

As ações não seriam somente contra políticos estrangeiros e delegações, mas contra os brasileiros.

Rita também divulgou que além das ações materiais, os terroristas orientaram que sejam divulgadas informações sobre ataques e ameaças falsas, a fim de deixarem as pessoas em pânico e sem saber onde será a próxima ação.

EI ganha apoiadores no Brasil

Há dois dias, Rita também divulgou que existe um grupo no Brasil que criou uma página no Telegram chamada, ‘Ansar al-Khilafah Brazil’, onde manifesta seu total apoio as ações do Estado Islâmico. Embora o grupo de extremistas tenham muitos grupos derivados do mesmo espalhados pelo mundo, sobretudo na Ásia, África e Europa, essa é a primeira vez que um grupo da América Latina os apoia publicamente.

Tanto o manual, quanto os apoiadores brasileiros, não tiveram maiores detalhes explicitados por Rita ou qualquer outro membro de uma equipe contraterrorismo.

Publicidade

O motivo, possivelmente, pode ser resguardar informações mais importantes para utilizá-las na segurança do evento.

Temer afirma que haverá segurança na Rio-2016

O presidente em exercício do Brasil, Michel Temer, pela segunda vez, gravou um vídeo para informar aos brasileiros que as olimpíadas terão segurança de milhares de soldados e policiais, conforme já havia sido anunciado. O presidente decidiu se manifestar após a onda de medo que tem tomado conta dos brasileiros nos últimos dias, principalmente por conta das ameaças de ataques divulgadas por meios internacionais.

Quanto as ameaças de #Terrorismo, a Abin – Agência Brasileira de Inteligência, informou que trabalha com cautela com todas elas, além de contar com a colaboração da inteligência de outros países. #Rio2016 #Ataque Terrorista