"Enfia o fogo no c*", gritava uma mulher nas ruas no bairro de Japuíba, em Angra dos Reis na noite desta quarta-feira, 27. O motivo de tamanha revolta da população foi o revezamento da Tocha Olímpica na região. O símbolo da festa que começa oficialmente no dia 05 de agosto não agradou quem mora na região. O incidente foi tão grande que pela primeira vez a tocha foi apagada no Brasil pela ação do povo. Em outras oportunidades, o símbolo dos jogos chegou a apagar as chamas, mas por problemas técnicos. Após a confusão ser amenizada, o revezamento, que chegou a ser interrompido, voltou ao seu curso de origem. 

Antes disso, no entanto, houve muita confusão em toda a cidade.

Publicidade
Publicidade

A Força de Segurança, que faz o aparato da tocha, chegou a ser vaiada. Um vídeo publicado na internet mostra o momento em que moradores comemoram o fato de terem acabado com o fogo do aparato olímpico. Outros vídeos mostram moradores chutando cones e outras partes de sinalização montadas pela prefeitura da região. Imagens que foram filmadas e divulgadas nas redes sociais podem ser utilizadas pelas autoridades. De acordo com informações do jornal Extra, testemunhas dizem que tiros foram dados e pedras foram jogadas contra os carros dos agentes da lei.

Em contrapartida, a Força Nacional de Segurança teve que agir com força, utilizando bala de borracha e gás de bomba de efeito moral. Mesmo assim, o protesto teve dificuldades para ser contido. Haveria uma festa ao fim do revezamento, mas essa foi cancelada por conta do risco à segurança dos próprios moradores região.

Publicidade

Curiosamente, Angra dos Reis foi um dos primeiros municípios do Rio de Janeiro a receber a tocha. A pira será acesa na noite do dia 05, no Maracanã, onde será feita também a cerimônia de abertura. Um dos favoritos para acenderem a pira é Pelé, considerado o atleta do século XX. 

A tocha chega oficialmente ao município do Rio na quinta-feira, 04, um dia antes da festa no maior estádio brasileiro. 

Veja abaixo o vídeo com o momento em que a tocha olímpica é apagada:

#Governo #Rio2016