A jornalista Sally Jenkins, colunista do jornal americano Washington Post, fez um texto que teve repercussão em todo o planeta. Sally que é conhecida pela sua grande credibilidade disse que as Olimpíadas do Rio de Janeiro tem tudo para serem um fracasso de larga escala. A repórter ainda culpa o Comitê Olímpico Internacional por não tentar qualquer manobra para impedir que o evento esportivo fosse realizado aqui no Brasil. Sally cita que o número de turistas na Olimpíada será de meio milhão de pessoas, mas que a força de segurança seria de apenas 85 mil homens. Um para cada seis pessoas. Ela acredita que eles não serão suficientes para proteger os torcedores de bandidos e terroristas. 

Os recentes ataques à França e outros pelo mundo, como na boate gay de Orlando nos Estados Unidos, reacendeu a possibilidade de terrorismo nos jogos.

Publicidade
Publicidade

Até mesmo oficialmente, o #Governo brasileiro que até então parecia não dar crédito para uma real ameaça terrorista começou a trabalhar com essa possibilidade, anunciando que haverá reforço nos procedimentos de segurança. A colunista do jornal americano lembra que muitos dos policiais estão tristes por estarem ganhando muito mal e que tem carros sem combustível, citando a crise econômica pela qual passa o estado. Para reverter a situação, o presidente em exercício, Michel Temer, do PMDB, chegou a doar quase três bilhões de reais ao Rio de Janeiro. 

A repórter do Washington Post chega a dizer que o Rio é uma das cidades com mais bandidos em todo o mundo. Ela ainda critica a falta de hospitais adequados, a crise política e o fato do Comitê Olímpico ter parecido simplesmente fechar os olhos para o que acontece no Brasil.

Publicidade

Não é a primeira vez que a entidade é alvo de críticas em todo o mundo. Nos anos 2000, quando a Grécia sediou novamente os jogos, o país começou o evento com várias obras em andamento. Anos depois, a Grécia praticamente faliu e tem dificuldades até hoje para pagar suas dívidas com países da União Europeia. Pelo visto, o legado olímpico são dívidas.  #Rio2016