Uma nova polêmica começou a aterrorizar a vida dos líderes da #Igreja Universal do Reino de Deus. Trata-se de um #Vídeo que circula na web, em que o Bispo Rogério Formigoni, um dos ministros do Templo de Salomão, aparece confrontando os fiéis para que doem seus carros para a igreja.

O caso veio a tona no último final de semana. O vídeo gravado por um fiel se espalhou por toda a web, e a partir dai se iniciou uma corrida contra o tempo para tentar amenizar o estrago causado pela gravação escondida.

A igreja imediatamente solicitou que o vídeo fosse removido, alegando o uso indevido de imagem, o que fere as leis que regem sobre direitos autorais.

Publicidade
Publicidade

A notícia já tinha se espalhado rapidamente e centenas de sites e blogs especializados em notícias gospel já tinham publicado o vídeo que haviam sido compartilhados em plataformas como Vimeo e Youtube, mas logo os vídeos pararam de funcionar, o que impossibilitou a propagação.

Entretanto, encontramos um vídeo no Youtube que não foi bloqueado, devido a técnicas de uploading, que impedem que o vídeo seja removido.

Assista:

O Bispo Edir Macedo ainda não se pronunciou sobre o caso. No entanto, é comum que o caso seja tratado com o máximo rigor, só que longe dos holofotes. O que se espera nestes casos, é que o pastor que cometeu tal erro, não o de pedir carros, mas o de deixar ser filmado fazendo isso, seja afastado de suas funções, indo para a geladeira por um bom tempo.

Pastor com carro na igreja

Apesar da tudo, não é a primeira vez que a Igreja Universal se envolve em polêmicas como esta.

Publicidade

Recentemente um Bispo entrou com um carro importado dentro da igreja, levando centenas de fiéis a serem ainda mais influenciados a doarem.

Pastor irritado em reunião

Um outro caso de câmera escondida aconteceu na Igreja Universal do Equador, quando durante uma reunião um pastor foi filmado humilhando outros pastores, o motivo teria sido para que os pastores "produzissem" mais dinheiro. Dias depois, o pastor, junto com a esposa, fez um vídeo se desculpando e assumindo toda a culpa, negando que tenha recebido qualquer orientação para fazer o que fez.

  #Religião