Boa notícia na área da saúde no Brasil: a Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - anunciou, nesta segunda-feira (25), o preço da vacina para #Dengue que foi autorizada a ser comercializada no Brasil. A vacina Dengvaxia, que é produzida por um laboratório francês, o Sanofi Pasteur, é a única disponível no pais contra a doença.

A imunização recombinante tetravalente deverá ser realizada em três doses, com aplicações de seis em seis meses, e combaterá os quatro sorotipos da doença que existem.  O público alvo da vacina são os pacientes com idade entre 9 e 45 anos.

De acordo com a Anvisa, a dose da vacina custará entre R$ 132,76 a R$ 138,53. O preço foi determinado por um Comitê Técnico Executivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos - CMED - que é composto por representantes dos ministérios da Saúde, Fazenda, Justiça, Desenvolvimento e Casa Civil.

Publicidade
Publicidade

A  Anvisa exerce a função de Secretaria Executiva da Câmara. Essa diferença no preço será de acordo com a alíquota de imposto de cada Estado. A partir de agora, as clínicas particulares e hospitais já podem comprar a Dengvaxia, mas vale lembrar que o estabelecimento poderá cobrar um valor adicional pela aplicação da mesma.  

Segundo a própria bula do medicamento, sua eficácia não é de 100% em todos os pacientes, por isso mesmo, a população não pode abandonar as recomendações anteriores do Ministério da Saúde. Essa é mais uma complementação aos cuidados e prevenção à doença.  

O Ministério da Saúde informou que ainda não há previsão de compra da vacina para distribuição pelo Sistema Único de Saúde - SUS - que deverá ser feito um estudo de custo e viabilidade para a distribuição gratuita nacional.

Publicidade

O Estado do Paraná foi o único que já informou que comprará 500 mil doses para distribuição.

O #Governo brasileiro já havia aprovado a vacina para dengue em dezembro do ano passado, e, desde então, estava passando por testes que reduziram as internações em 81% e os casos graves da doença em 93%. De cada três pessoas vacinadas, duas ficam imunizadas, de acordo com a Sanofi.

A Dengvaxia é produzida com um vírus vivo atenuado e possui, juntamente em sua formulação, o vírus nacional da febre amarela para lhe garantir estabilidade. No Brasil, aproximadamente 3.500 pessoas, de cinco estados diferentes, participaram da fase de testes.