Nesta quinta-feira, dia 21, viralizou na internet o vídeo de um homem completamente pelado após ser barrado pela revista do banco em que é cliente. O caso aconteceu na cidade de Foz do Iguaçu, no estado do Paraná. Indignado, ele pede que os agentes de segurança confiram se ele está portando algum objeto proibido e choca todos que estão do lado de fora.

Ainda não se sabe o nome do cliente, mas nas imagens é possível ver ele de costas fazendo ameaças aos funcionários da agência. Muito irritado, ele afirma que foi barrado no local e que os agentes pediram que ele tirasse a própria roupa. De acordo com ele, foi alguém da segurança que mandou.

Publicidade
Publicidade

O cliente, enfurecido, decidiu ficar completamente nu.

"Vou processar o banco por isso. Você mandou eu tirar a roupa, eu tirei, não sou criança", gritou para o segurança.

De acordo com o site de notícias UOL, a Polícia Civil local disse que este caso ainda não foi registrado na delegacia da região. Questionada, a PM disse ainda que não tem como dizer se foi registrada ocorrência para o caso.

A assessoria de imprensa da agência bancária em que aconteceu o caso afirmou que vai investigar o caso e tomar as devidas providências.

Mais pelados em banco

Esta não é a primeira vez que algo bizarro acontece envolvendo clientes e os agentes de segurança de bancos. A famosa "porta giratória" é conhecida como um mecanismo para detectar metais e é muito sensível. Por isso, muitas vezes, os seguranças pedem que os visitantes deixem seus pertences em uma caixa para retirar do outro lado ou num armário próprio antes da porta giratória e com chave.

Publicidade

Contudo, cintos e até mesmo objetos metálicos inseridos no corpo humano decorrente de cirurgias podem acionar o alarme.

Em outubro de 2015, uma mulher na cidade de Goiânia, Goiás, também decidiu tirar a roupa por não conseguir entrar em sua agência bancária. Pessoas que passavam no local também filmaram a ação. O Banco do Brasil, onde aconteceu o caso, disse apenas que a porta giratória tem como objetivo proteger os clientes, funcionários e seu patrimônio. #Curiosidades #Crime #Investigação Criminal