Carregar a tocha olímpica tem todo um significado e é motivo de orgulho para ex-atletas, anônimos e celebridades convidados para correr ou caminhar por alguns metros com ela. Entre as quase 12 mil pessoas que irão carregar a tocha olímpica até à chegada dela à cidade do Rio de Janeiro, no dia 4 de agosto, muitas terão lembranças amargas.

A última pessoa a cair com a tocha olímpica foi a empresária Luiza Trajano, 64 anos, dona da rede de lojas Magazine Luiza. O tombo aconteceu na última quarta-feira (20), em Franca, interior de São Paulo. Pelo Facebook, Luiza afirmou que receber a tocha na cidade onde nasceu e vê-la ser acesa pela filha, Ana Luiza Trajano, causou tanta emoção que ela até caiu.

Publicidade
Publicidade

Outras quedas

Luiza Trajano não foi a única a “beijar” o chão com a tocha olímpica na mão. O repórter do Sportv Henrique Arcoverde, primeiro a aparecer no #Vídeo, foi tentar uma acrobacia no dia 9 de julho, em Criciúma, Santa Catarina.

O técnico de natação pernambucano Nikita foi outro a ir ao chão com o fogo olímpico em mãos. O senhor de 69 anos caiu no Recife, capital de Pernambuco, no final de maio.

Ainda em maio, na cidade de Anápolis, em Goiás, causou polêmica a queda de João Paulo Nascimento, que estava em uma cadeira de rodas. O atleta do basquetebol paralímpico caiu, mas conseguiu se levantar usando as pernas. Se soube depois que o atleta tem dificuldade motora, mas não é paraplégico, por isso conseguiu se apoiar e levantar.  

Tocha apagada

Além dos tombos, que ficarão na memória de todos, houve momentos em que pedestres mais exaltados e nada felizes com o trajeto da chama tentaram apagar a tocha olímpica.

Publicidade

No último dia 13, Viviane, motorista da Rio 2016, conduzia o objeto pelas ruas de Joinville, em Santa Catarina, quando um homem se aproximou com um extintor de incêndio para apagar o fogo da tocha.

A tentativa não foi bem sucedida. A chama continuou acesa e o homem foi imobilizado pela Força Nacional, que faz a segurança do objeto em todas as cidades pelas quais a tocha passa.

O passeio da tocha olímpica continua até o dia 5 de agosto. Muita coisa ainda pode acontecer. #Jogos #Rio2016