Imagens fortes em um vídeo feito por um circuito de segurança mostram o exato momento de um ataque de criminosos contra uma família. O caso ocorreu nesta quarta-feira, 06 no 'Caxias Shopping', em Duque de Caxias. Antes do #Crime, a família havia assistido a um filme infantil no cinema do local, frequentado diariamente por milhares de pessoas. Os homens vestidos com roupas da Polícia Civil atiraram contra o homem que dirigia o carro. Ele estava acompanhado da mulher e de um filho. Mais à frente, há uma publicação com o vídeo. Alertamos que a sequência é bastante forte. 

O homem morto foi identificado como Denivaldo Silva.

Publicidade
Publicidade

Ele tem 41 anos. Os homens não roubaram nada da família. A mulher também foi atingida pelos tiros, mas está internada no hospital Adão Pereira Nunes. De acordo com o G1, a esposa do falecido se chama Andreia e tem 30 anos. O filho do casal não teve o nome identificado, mas ele teria apenas oito anos. Ele estava no banco de trás do veículo e não se feriu. De acordo com pessoas próximas ao casal, Denivaldo trabalhava como segurança. Como nada foi roubado, uma das correntes de investigação do crime é execução. 

Veja abaixo o momento em que o pai de família é assassinado na frente do filho:

Já nesta quinta-feira, 07, durante as investigações, um carro foi encontrado perto do local do crime. Ele foi roubado minutos antes do assassinato. A Polícia acredita que o veículo possa ter sido usado durante o crime.

Publicidade

No carro havia um falso distintivo de policiais. A mulher e o filho do casal já foram identificados. Imagens de câmeras de seguranças do Shopping também devem ser utilizadas. Inclusive a que acabou vazando nas redes sociais. O veículo roubado seria de um senhor de 52 anos, que também prestou depoimentos. 

O caso chocou os moradores de Duque de Caxias. O shopping em questão é um dos únicos atrativos da cidade. Apesar do crime bárbaro, a instituição comercial continua funcionando. "isso é muito triste. A gente fica com medo de sair de casa. É horrível", disse um morador da região à Blasting News.  #Investigação Criminal