Nas últimas semana, temos visto protestos em todo o país contra o revezamento da tocha olímpica. Pessoas tem tentado de tudo para conseguir apagar o elemento que ajuda a representar os jogos olímpicos do Rio de janeiro. Para isso, muitas táticas já foram usadas, das mais tradicionais, como jogar água na tocha, até movimentos mais elaborados, como, por exemplo, usar um extintor de incêndio. Nenhuma dessas táticas, no entanto, superou a que foi registrada nesta sexta-feira, 15, na cidade de Araucária, em Curitiba. 

Após uma denúncia, policiais encontraram um saco de lixo com uma granada. O saco estava a poucos metros onde passaria em alguns minutos o símbolo esportivo da Olimpíada.

Publicidade
Publicidade

Não se sabe, no entanto, se o artefato explosivo seria um atentado contra o evento que é organizado pelo Comitê Olímpico internacional e tem o apoio dos governos locais. Quem chamou a Polícia Militar foram moradores da região, que viram transeuntes abandonarem a granada na região. Os militares prontamente apareceram e viram que realmente se tratava de uma granada, para o espanto de todos.

Uma reportagem do Paraná Portal, uma espécie de afiliado do UOL, traz até um vídeo com o momento da operação policial que encontrou o explosivo. As imagens podem ser vistas no fim da reportagem. Apesar da intempérie, a tocha seguiu seu caminho regular, passando pelas cidades de Araucária, Fazenda Rio Grande, Ponta  Grossa e Campo Largo. O revezamento do símbolo que sai fogo e representa os jogos do Rio de Janeiro termina no Paraná neste sábado, 16, quando a tocha passa pela cidade de Castro. 

Nas redes sociais, já existe até organizações que fazem "vaquinhas" virtuais para pagar a fiança de quem tenta apagar o símbolo olímpico.

Publicidade

Diversas pessoas já foram detidas em todo o país, mas nenhuma até agora teria conseguido apagar a tocha. A multa para ser liberado da prisão gira em torno de R$ 1 mil. Essas pessoas, mesmo liberadas, no entanto, continuam a responder em um processo na justiça.

Veja o vídeo em que mostra o momento em que os agentes policiais decidiram averiguar a granada:

#Governo #É Manchete!