Os moradores do Rio Grande do Sul não estão tão contentes com a passagem da Tocha Olímpica na região. Um grupo no Facebook reúne pessoas que querem de qualquer forma apagar o símbolo das Olimpíadas. Curiosamente, ao passar pelo estado e enfrentando uma pequena garoa a Tocha enfim foi apagada, mas depois de uma pane. O corredor que a carregava precisou interromper o revezamento. As imagens que podem ser vistas no final dessa reportagem mostram os policiais da Força de Segurança surpresos. O homem recebeu em seguida uma outra tocha depois que a sua deu defeito. Para carregar o objeto, todas as pessoas que querem levar a tocha para casa pagam R$ 2 mil. 

Nesta quinta-feira, 07, de acordo com o jornal 'Zero Hora', novamente moradores do Sul tentaram fazer a tocha parar de exibir o seu fogo reluzente.

Publicidade
Publicidade

Ao passar por Porto Alegre, o símbolo olímpico enfrentou novos percalços. A Força de Segurança já sabendo da hostilização previstas através das redes sociais fez um cordão de segurança ainda mais eficiente. Ao passar pela Redenção, por exemplo, um manifestante teria tentado jogar água na peça que chegará no mês que vem ao Rio de Janeiro. A tocha já passou pela maior parte dos estados brasileiros, passando por problemas na maioria deles. Diversas pessoas foram presas por protestarem contra os jogos. 

Revistado e liberado

De acordo com o Zero Hora, o homem que tentou jogar água no acessório acabou sendo imobilizado. Ele foi revistado. O site do jornal local diz que o manifestante carregava uma mochila, mas que provas não foram encontradas. Ele foi liberado logo em seguida pela Brigada Militar. 

Mais um que não conseguiu

Mas o jovem não foi o único, já na Altura da Avenida João Pessoa, outro homem jogou água no fogo esportivo.

Publicidade

Ele também não teve sucesso e se deu mal, acabando preso pela Força Nacional. Ao todo, cerca de 20 profissionais da Força de Segurança faziam o tempo todo uma barreira para evitar que essa fosse apagada. 

Veja abaixo o vídeo que mostra a Tocha Olímpica apagando sozinha:

#Crime #É Manchete!