Um vídeo estarrecedor mostra a morte de um cabeleireiro no bairro Santa Luzia, em São Gonçalo. O município faz parte da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Estado que recebe a partir do dia 05 de agosto oficialmente os jogos Olímpicos. Já não bastasse o crime em si, os criminosos repetiram uma tarefa que mobilizou o país no passado, quando um vídeo de estupro de uma menina de 16 anos chocou todo o Brasil. Assim como fazem os terroristas no exterior, eles filmaram a morte do cabeleireiro. Ao todo, o vídeo tem cerca de seis minutos. Ele chegou a ser publicado no Facebook, mas retirado do ar por conta de suas imagens fortes. 

As imagens agora ganham poder através do WhatsApp.

Publicidade
Publicidade

O homem morto, segundo o jornal Extra em reportagem publicada nesta segunda-feira, 25, seria o cabeleireiro Maurício Cosme de Azevedo, de 52 anos. O vídeo começa com ele amordaçado. A vítima também tem as mãos amarradas. Durante toda a ação, o profissional da estética está em um veículo. Inicialmente, o homem sofre todo o terror da ação, sendo humilhado e ouvindo que irá morrer. Depois os seus algozes descarregam uma pistola na cabeça do homem. Ele leva dois tiros na cabela. 

O jornal de grande repercussão no Rio de Janeiro diz que testemunhas indicam que o crime teria ocorrido na última quinta-feira, 21, quando traficantes invadiram a residência do cabeleireiro. Ele mora ao lado do seu salão de beleza. O carro utilizado para o crime, um Renault Clio, não seria do profissional, mas sim roubado na noite anterior.

Publicidade

Pelo menos três pessoas teriam participado da ação criminosa. O vídeo começa com o atirador conversando com um homem. No entanto, no final, um terceiro aparece e orienta que as cápsulas do crime fossem recolhidas, tentando assim não deixar qualquer vestígio.

A principal hipótese para o crime é que o assassinato do cabeleireiro tenha sido encomendado. Os policiais acreditam que traficantes achavam que o homem morto seria um "X-9", nome dado à pessoa que informa à Polícia sobre as atividades de bandidos na região.  #Governo #PT