No norte do Piauí, em Pedro II, um bebê de apenas um ano de idade sumiu durante a madrugada do último dia 07. Segundo a polícia, a menina foi encontrada pela manhã em um matagal perto da casa da avó. A criança teria ficado sob cuidados da avó, para mãe poder ir a uma festa. Por volta das 2 horas da madrugada, quando a avó teria ido alimentar a criança, encontro a janela do quarto aberta e percebeu o sumiço da bebê.

No outro dia pela manhã, a notícia do sumiço se espalhou, o povo da cidade tomou conhecimento do ocorrido; e, logo, populares encontraram a criança em um matagal perto da casa da avó. Local que, segundo a polícia, é utilizado por usuários de drogas.

Publicidade
Publicidade

A delegada Camila Miranda, que está a frete das investigações, afirmou que a criança estava com vários machucados, inclusive em sua vagina. Exames já comprovaram o #Estupro. A criança teve que passar por um processo cirúrgico de reconstrução vaginal.

Prisão do suspeito de estupro

Por volta das 20 horas da terça-feira (9), um adolescente de 17 anos foi apreendido, suspeito de ter cometido o #Crime. Ele é vizinho da avó da criança. Na delegacia, na presença de um promotor de justiça, da mãe dele e do Conselho Tutelar, o jovem confessou o crime. Além de dar detalhes do ocorrido.

Antes disso, a polícia, ao questionar a mãe do menor, diz que ela entrou em contradição por diversas vezes. Tornando a atitude da família mais suspeita. Segundo familiares, o menor teria tentado estuprar, anteriormente, duas meninas adolescente.

Publicidade

A polícia descarta outros envolvidos no crime. E, os exames do material genético colhidos ajudaram a comprovar a autoria.

Assim que o jovem confessou o crime ele foi reconduzido para delegacia da cidade vizinha, Piripiri, cerca de 44 km de distância. Pois, como foi um crime considerado bárbaro pela sociedade em geral, gerou um sentimento de comoção e revolta nos populares. Assim que a população tomou conhecimento que o criminoso foi preso, as pessoas se aglomeraram em frene a delegacia da cidade. Mesmo após a notícia de que o menor se encontrava em outra delegacia, os manifestantes invadiram a delegacia, depredaram, incendiaram parte da delegacia. #Pedofilia