ERRATA: Comunicação da Globo afirma que não houve nenhum convite à Jornalista. A matéria original foi modificada.

A jornalista Patrícia Lélis está envolvida em uma polêmica sobre um suposto abuso cometido pelo deputado federal #Marco Feliciano, que Patrícia desmentiu duas vezes e depois fez um boletim de ocorrência com uma versão diferente. Além disso, alguns supostos prints com nudes enviados para o parlamentar também vazaram na web. Segundo o site ‘Famosos na Web’, Patrícia havia sido convidada para integrar o elenco do Big Brother Brasil 17, porém a Comunicação da Globo informou que esse convite à jornalista nunca ocorreu. Conforme divulgado essa semana, a produção do reality show selecionará os próximos participantes inscritos, bem como, através de um ‘olheiro virtual’, buscará pessoas aleatórias para se confinar na casa.

Publicidade
Publicidade

Entenda o que aconteceu

Patrícia teria denunciado Marco Feliciano por tê-la estuprado e agredido. No dia seguinte, sua mãe disse para um site que a filha tinha viajado para São Paulo para receber dinheiro e precisava do número de uma conta com CNPJ. O amigo da jornalista afirma que ela só veio para São Paulo para receber determinado valor, já ela diz que visitou o estado em busca de emprego.

No decorrer da semana, dois vídeos da jornalista foram divulgados por ela em dias distintos, onde ela diz que nunca acusou o deputado e que a notícia era uma invenção de ‘esquerdistas’. Na sexta-feira (5), ela registrou um boletim de ocorrência por ter sido, supostamente, sequestrada e obrigada a gravar os vídeos em que desmente o abuso. No Instagram da moça, haviam publicações durante o suposto período do sequestro.

Publicidade

A conta foi colocada em status privado após a repercussão. Ela também gravou uma entrevista para uma revista onde muda alguns pontos de sua versão.

No sábado (6), diversos prints com fotos íntimas da jovem começaram a circular na Internet. As imagens integravam mensagens que ela teria enviado para o deputado há algumas semanas, sendo que no conteúdo das mesmas, ela teria se insinuado para o parlamentar, que após cortar assunto com ela, foi ameaçado. Ela teria dito que se ele não falasse mais com ela, poderia procurar opositores do PT e PCdoB, bem como arranjaria outra forma de chamar a atenção do político.

Após vazarem as imagens e do parlamentar gravar um vídeo dizendo que se colocou à disposição da justiça para esclarecer os fatos e que apresentará provas de sua inocência, bem como do seu assessor afirmar que apresentará outras provas contra a jovem nessa segunda-feira (8), não houve mais manifestação de Patrícia Lélis para a imprensa ou na Internet. #BBB Big Brother Brasil