Casos de desrespeito envolvendo temas relativos aos jogos não estão restritos às arquibancadas. A nadadora Joanna Maranhão sofreu centenas de #ofensas em seu Facebook após não conseguir classificação para as finais de sua categoria nos Jogos Olímpicos. Ela já havia sido alvo de ataques semelhantes durante os Jogos Pan-Americanos de 2015, ao se opor à redução da maioridade penal e a políticos conservadores como Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Marco Feliciano (PSC-SP) e Jair #bolsonaro (PSC-RJ). Inclusive, grande parcela das ofensas direcionadas à atleta vieram acompanhadas de apoio declarado a Bolsonaro.

Em um dos comentários, o usuário postou "fica chorando não petistinha de m*rda....tem um sandupiche de mortadela te esperando"; outro exemplo de ofensas foram os usuários que escreveram "Somos todos mitos por um Brasil melhor acredito em vocês direita conservadora somos a maioria nunca tenham medo de oprimir esses bandidos da esquerda" e "Hahahahahahahaha ainda bem que VOCÊ NÃO ME REPRESENTA hahahahahahahaha MITO 2018!!!!! (...) você é uma verdadeira representante da esquerda...

Publicidade
Publicidade

Recebe dinheiro do povo Brasileiro para treinar exclusivamente para um ato e consegue ser um lixo no que faz. 15? espero que lhe tirem a bolsa pois não quero meu dinheiro suado patrocinando incompetentes como você". Houveram até mesmo usuários que desejaram que a atleta fosse estuprada.

A nadadora já adiantou em sua página que ira processar os usuários que utilizaram seus perfis pessoais para ofendê-la. Ela ainda afirmou que o eventual dinheiro obtido será revertido em investimentos na ONG Infância Livre, criada pela atleta em 2014 para ajudar crianças molestadas sexualmente: "Com esse dinheiro, estaremos potencializando as ações da ONG Infância Livre. Sendo assim: muito obrigada! O ódio de vocês será revertido para uma boa causa; combate à pedofilia", adiantou a atleta.

Casos de ofensas e perseguição recorrentes

Não é a primeira vez que grupos de internautas ligados à direita e fãs declarados de Bolsonaro atacam alguma personalidade na internet.

Publicidade

Há algumas semanas, o site do ex-senador Eduardo Suplicy foi hackeado; quem acessava o endereço, encontrava mensagens como "Você foi desconfigurado, petista inúteo (sic). Bolsomito 2018". Outro exemplo de personalidade atacada por fãs do deputado foi a atriz Ingrid Guimarães, que foi respondida em suas postagens no Instagram por centenas de ofensas e dizeres como "Bolsonaro presidente". Também são recorrentes ações de grupos de simpatizantes do deputado em denunciar páginas contrárias ao mesmo no intuito de derrubá-las, devido a falta de precisão do sistema de moderação do Facebook. #machismo