A apresentadora Fátima Bernardes decidiu defender os jogos olímpicos após sofrer uma "humilhação" ao vivo no 'Encontro'. Na semana retrasada, ao receber o ator Henri Castelli, a mulher de William Bonner ouviu um questionamento que a deixou calada. O protagonista da próxima novela das seis horas, 'Sol Nascente', perguntou porque os artistas e repórteres da Globo estavam carregando a tocha olímpica. Bernardes ficou sem reação ao vivo com a pergunta do famoso, que demonstrou apenas o questionamento de milhões de brasileiros. 

Nesta segunda-feira, 1, a apresentadora matinal decidiu defender as Olimpíadas em uma entrevista publicada na coluna do jornalista Flávio Ricco, no UOL.

Publicidade
Publicidade

Essa será a primeira vez que ela não terá grande destaque durante os jogos olímpicos. Na última olimpíada, Fátima e o jornalismo da Globo não tiveram grande atuação no evento, já que a Olimpíada teve os direitos de transmissão comprados com exclusividade pela Record. Segundo a comunicadora, a sua missão como jornalista e âncora foi cumprida com muita paixão durante os anos em que não estava no entretenimento. 

Apesar disso, ela garante que no momento em que decidiu mudar a carreira já estava ciente que esse estranhamento seria causado no público. Ela fala que estava tranquila com as mudanças para essa nova fase. Bernardes explicou que seu programa mudará conforme os jogos olímpicos, ajustando-se a depender das competições que o Brasil participará. Todas as vezes que não existirem provas, a atração irá ao ar.

Publicidade

Como muitas das competições tem várias partidas, não existe uma certeza dos dias em que o programa deixará de ser exibido por conta da necessidade do esporte. Alguns temas que servem para todas as ocasiões estão sendo produzidos. 

Para finalizar a entrevista, Fátima amenizou os problemas da Olimpíada registrados até o momento, fazendo uma defesa aos brasileiros e ao #Governo. "Eu acho que nós já temos uma tradição de realização de grandes eventos com eficiência. Acredito que, apesar dos percalços, vai dar tudo certo", pondera. #Rio2016