Usain Bolt é um dos corredores mais conhecidos do mundo. Ele é o recordista mundial nos 100 metros rasos por fazer a prova que vale uma medalha olímpica em menos de dez segundos. No entanto, Bolt não é pálio para uma cena que aconteceu nesta quarta-feira, 03, em uma favela do Rio de Janeiro. De acordo com informações de moradores do Complexo do Chapadão e de vizinhos que moram nas regiões de Anchieta e Pavuna, um bandido teria dado um tiro para o alto quando a tocha passou. O medo de ser baleado fez com que a Força Nacional de Segurança fizesse o percurso mais rápido já registrado até o momento por câmeras durante todo o revezamento. 

Os moradores que esperavam para ver a tocha quase nem assistiram à sua passagem.

Publicidade
Publicidade

Quem olhou para o lado correu o risco de perder a presença do símbolo olímpico, que em um fração de segundo passou pelos olhos dos moradores da região. A Página Padre Miguel News do Facebook foi uma daquelas que postou um vídeo com o momento da confusão. As imagens já tem mais de 500 mil exibições em cerca de doze horas de publicação, mostrando como o caso repercutiu rapidamente nas redes sociais. Nos comentários, é claro, os cariocas não perderam a oportunidade de fazerem brincadeiras com o episódio:

"muito engraçado parece até corrida de revezamento com a tocha", disse uma internauta. Outras pessoas preferiram comparar a situação com personagens de desenhos ou filmes que são conhecidos por serem rápidos, como o 'Flash'. Moradores da região, no entanto, lembraram que isso, apesar de ter sido levado com bom humor, mostra também uma triste realidade da região: "Eles passaram por isso um dia..

Publicidade

e nós que passamos todos os dias, nem sempre os tiros são pro alto e nada é feito!". 

"Se juntar os vídeos vexaminosos dessa famigerada tocha vai dar um longa metragem. Mas aquela cachoeira q jogaram em Belford Roxo provou q esta bosta é igual político, nunca acabam!", criticou outro bastante irritado. 

Veja abaixo o momento da correria com a tocha olímpica em uma comunidade carioca:

#Governo #Rio2016