Todos nós brasileiros sabemos que no #Brasil acontecem muitas coisas inusitadas, principalmente quando se fala de política.

Em um país onde a política não é levada a sério e basicamente o que acontecem são descalabros para angariar votos ou para conquistar algum tipo de populismo, logo percebemos que certas medidas são tomadas sem as devidas precauções.

Com todo esse interesse político e falta de responsabilidade atrelada, logo percebemos que em muitas áreas da nossa sociedade tende a estar se deteriorando, o que não é de se espantar ao percebermos que nosso país já conseguiu aprovar #leis que são no mínimo #bizarras.

Veja abaixo as leis mais bizarras do Brasil.

Publicidade
Publicidade

Lei para construção de Aeroporto para Alienígenas

Não, você não leu errado. Apesar de ser extremamente engraçado, essa lei foi aprovada.

Essa foi a Lei municipal 1840/95 do município de Barra do Garças em Mato Grosso. O prefeito Wilmar Peres de Farias decretou com essa lei que 5 hectares da Serra Azul seria delimitada para a construção do que ele mesmo chamou de “Aeródromo Inter-Espacial”.

E pasmem, essa lei é de 1995.

Lei que proibia a camisinha e anticoncepcionais

Mais um gênio incompreendido da política brasileira decidiu decretar a proibição da camisinha devido ao baixo índice de natalidade.

O prefeito Élcio Berti de Bocaiúva do Sul no Paraná criou o Decreto Municipal de número 82/97 que proibia a venda de camisinhas e de anticoncepcionais por que de acordo com ele a pequena cidade estava perdendo receita do governo federal por causa da diminuição da população (que na época aparentava ser de apenas 9 mil habitantes).

Publicidade

Graças ao bom Deus esse decreto foi revogado 24 horas depois mediante ao tamanho absurdo que esse senhor estava propondo. Com certeza essa vai para o hall da fama das leis mais bizarras do Brasil.

Essa lei foi aprovada em 1997.

Projeto de Lei para pintar rabos bovinos

Essa faltou pouco para entrar para as leis mais bizarras do Brasil.

A lei consistia em pintar o rabo de todos os bovinos, ovinos e caprinos do município de Quixeramobim no Ceará com a cor amarelo florescente. Toda essa medida de acordo com o vereador José Filho era para evitar acidentes de atropelamento dos animais a noite.

E ainda seguindo com essa bizarrice, nos debates futuros outro vereador (Rocélio Fernandes) propôs nessa riquíssima discussão que a pintura de todos os cascos e chifres e orelhas desses animais também deveriam ser pintados com o mesmo propósito.

Esse projeto de lei não conseguiu entrar em vigor.

Apenas para ilustrar, esse projeto é de 1991.

Essas foram algumas das leis mais bizarras do Brasil

Essas são algumas das leis mais bizarras do Brasil que todo brasileiro deveria conhecer para aprender que o processo politico de um país não é brincadeira. Todo e qualquer cargo tem sua parcela de responsabilidade na melhoria de toda a sociedade.

Certamente, podemos dizer que todas essas leis e projetos de leis no mínimo não fazem parte de um país sério ou minimamente educado.