Até quando veremos as pessoas que deveriam cuidar, proteger e ensinar nossas crianças, agredindo-as, maltratando-as e agindo com #crueldade com as mesmas? Que exemplo esses menores seguirão e que futuro os espera? Infelizmente, têm se tornado corriqueiro casos de pais e mães que agridem, abusam e, às vezes, até matam os próprios filhos.

Uma dessas mães foi autuada em flagrante após queimar as mãos da própria filha, de apenas seis anos de idade, na noite desta sexta-feira (19), na cidade de Buritis, em Rondônia, que fica a 337 quilômetros da capital Porto Velho.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos da família que ouviram a criança gritar pedindo por socorro e implorando para que a mãe não queimasse mais as suas mãos.

Publicidade
Publicidade

Quando a equipe policial chegou ao imóvel, encontrou a mulher totalmente agressiva e a mesma disse aos policiais que havia sim queimado as mãos da filha, pois desconfiou que a menina tivesse pego R$ 4,00 sem a sua permissão.

A mulher relatou aos policiais que, quando percebeu o sumiço da quantia, chamou a menina para uma conversa, mas a mesma negou ter pegado o dinheiro. A mãe não acreditou e teve a coragem de ir à cozinha, pegar uma colher de metal e esquentar no fogão, logo após segurar firme a criança e pressionar o metal quente em suas mãozinhas, como forma de punição.  

Segundo a Polícia Militar, ao conversar com a menina, ela confirmou as agressões e pediu para que não a deixassem com a mãe, pois ela teria a ameaçado de morte e dito que se a polícia ou o Conselho Tutelar fossem até a casa da família, a menina iria apanhar novamente.

Publicidade

Diante do que a menina contou e da confissão da mulher, a mesma recebeu voz de prisão e, mesmo na frente dos policiais, a mulher, descontrolada, pegou a filha pelos braços e lhe deu uma chacoalhada. Além das queimaduras, que foram graves, a menina apresentava hematomas pelo corpo e, por isso, foi encaminhada para o Hospital Regional da cidade.

O delegado da Polícia Civil Lucas Torres, responsável pelo caso, informou que a mulher foi presa em flagrante por agressão à filha. Ao prestar depoimento na delegacia da cidade, a mãe confirmou as agressões cometidas contra a criança. Ela foi encaminhada para o presídio de Buritis, onde continua detida. A suspeita responderá pelos crimes de tortura e maus tratos a menor. A menina agredida e outros dois irmãos foram encaminhados para um abrigo da cidade.  #agressão infantil #Casos de polícia