A mãe de Kauan Rafael passou por momentos de angústia e sofrimento nos últimos dias. O garoto, que tem apenas 9 anos, levou um tiro no coração há aproximadamente uma semana e precisou passar por um procedimento cirúrgico de altíssimo risco.

A mãe do menino disse que, no início, pensou que perderia seu filho e buscou forças em Deus para poder acreditar que o milagre pudesse acontecer. E deu certo, o garoto teve alta do hospital nesta sexta-feira (19) e está em casa se recuperando.

Os familiares do garoto acreditam que ele sobreviveu por causa da intervenção divina.O médico que fez o atendimento de Kauan também acredita no milagre.

Publicidade
Publicidade

O pediatra Renato Neves afirmou que, em toda sua carreira, nunca viu um paciente eu tivesse esse tipo de lesão sobreviver. Segundo ele, quando se trata de crianças, esse tipo de ferimento é considerado gravíssimo e, na maioria dos casos, o paciente não chega vivo ao hospital.

O garoto ter sido socorrido rapidamente foi primordial para sua sobrevivência. De acordo com o médico, outros fatores também contribuíram para que Kauan pudesse estar vivo hoje. Além da rapidez do socorro, uma vaga no Centro de Terapia Intensiva propiciou que ele tivesse todo suporte de atendimento adequado.

A mãe de Kauan, Naiara Viviane, disse que ter o filho novamente em casa representa um renascimento para a família e aumentou ainda mais fé deles.

Entenda o caso

O fato aconteceu durante a madrugada do dia 12 de agosto, na cidade de Montes Claros, interior de Minas Gerais.

Publicidade

Como muitos outros garotos de sua idade, o menino também se rendeu ao jogo que é uma febre mundial, o Pokémon Go, e tudo aconteceu quando Kauan estava se divertindo com o game na porta de sua casa.

Foi quando dois homens que estavam em uma bicicleta, chegaram atirando e atingiram o garoto e seu pai. Segundo informação da polícia militar, o alvo seria um vizinho deles de 15 anos, que teria envolvimento com o tráfico de drogas. Como o jovem que era o alvo dos atiradores correu para a porta da residência de Kauan, eles acabaram sendo baleados. O autor dos disparos foi preso no mesmo dia. #Crime #Investigação Criminal