O apresentou Jô soares recebeu o prefeito #Eduardo Paes, do Rio de Janeiro, no ‘Programa do Jô’ desta terça-feira (23). Paes havia participado do programa pouco antes dos Jogos Olímpicos e retornou para fazer um balanço da Olimpíada.

Descontração

Eduardo Paes entrou sorridente, sentou ao lado de Jô Soares e ouviu do apresentador que está mais gordo. O prefeito não deixou barato. “Vim assim para me sentir mais à vontade”, disse. “Assim como?”, questionou Jô. “Gordo”, respondeu Paes, insinuando que engordou para se parecer com o apresentador.

Defesa da cidade

Eduardo Paes, que deixa a prefeitura do Rio de Janeiro no final do ano, defendeu a cidade no ‘Programa do Jô’.

Publicidade
Publicidade

“O Rio sofreu buyling, a cidade apanhou”, disse, referindo-se às críticas que a Cidade Maravilhosa recebera antes dos Jogos Olímpicos começarem. “É um absurdo a violência que o Rio de Janeiro sofreu. Teve uma agência que disse que tinha uma bactéria no mar de Copacabana que matava as pessoas”, disse o prefeito.

A rede norte-americana CNN publicou matéria sobre o assunto antes de os Jogos Olímpicos começarem, mas com um mês de atraso em relação ao Globo. A notícia era fruto de um estudo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Segundo reportagem do veículo brasileiro, a bactéria KPC não causaria dano em pessoas saudáveis, mas em indivíduos com o sistema imunológico baixo poderia provocar alguns danos à saúde e levar à morte.

Jeitinho

Paes foi incisivo nos comentários. “Não teve jeitinho, teve planejamento e trabalho sério”, disse.

Publicidade

“As arenas custaram R$ 7,2 bilhões. Desses, 60% era dinheiro privado. Nós gastamos R$ 3 bilhões de dinheiro público. Em Londres, uma arena custou mais dinheiro público do que todas as arenas do Rio de Janeiro”, comparou o prefeito.

O custo total com os Jogos deve chegar próximo dos R$ 40 bilhões. Em 2009, quando a cidade apresentou sua candidatura para sediar a olimpíada, o custo previsto era de R$ 28,8 bilhões.

Despedida

Eduardo Paes encerrou sua participação falando sobre a Paralimpíada, que começa em setembro. “Senhores turistas, venham ao Rio de Janeiro, se hospedem em nossos hotéis, gastem bastante dinheiro”, disse o prefeito. “Camelô do Rio de Janeiro”, brincou Jô. “Camelô olímpico”, retrucou Paes. #Rio2016