Uma aluna de apenas 13 anos foi flagrada portando uma #Submetralhadora dentro da escola, em Novo Hamburgo. Segundo os guardas, a aluna estava com a arma dentro da mochila, e foi pega dentro da sala de aula, na Escola Municipal Hugo Engelmann, localizada no bairro da Liberdade. A arma foi identificada como uma submetralhadora com 4 munições de calibre 9 milímetros, quando foi apreendido pela Guarda Municipal, junto com o pente que suporta até 30 munições. Ao chegar na delegacia, a #Jovem afirmou não saber que estava com a arma na bolsa, história que os policias não acreditaram. Após dar seu depoimento, a estudante foi pra casa com sua mãe.

A Guarda recebeu a denúncia que havia um aluno portando uma arma de fogo dentro da escola, ao averiguar os pertences dos alunos enquanto eles estavam na aula de educação física, foi encontrada a submetralhadora na mochila da jovem, ao receberem a denúncia, os Guardas achavam que se tratava de uma réplica ou algo do tipo, e ficaram assustados ao perceber que a arma era de fato, de verdade.

Publicidade
Publicidade

Ao saber que os Guardas tinham encontrado a arma, a jovem tentou resistir e teve que ser contida. Disse que era menor de idade e sabia de seus direitos.

Ofensas na delegacia à mãe e a polícia

Ao chegar na delegacia, a jovem xingou a própria mãe, e ainda zombou dos policias e acusou a própria irmã de ter colocado a arma em sua mochila, que segundo ela, é usuária de crack. Ao prestar depoimento ao delegado, ela se mostrou muito tranquila e confiante de que sairia impune por ser menor de idade. A delegada Marjani Simch, teve que liberar a jovem sob os cuidados da mãe e disse que ficaria sujeita ao Ministério Público.

A polícia está investigando onde a arma foi feita, já que é de fabricação clandestina, a investigação ficará por conta do 4ª DP, no bairro de Santo Afonso, e vai tentar descobrir onde a adolescente conseguiu a arma e onde ela foi fabricada.

Publicidade

Suspeita-se que há uma linha de montagem de armas clandestinas em Novo Hamburgo. A submetralhadora é uma delas.