O caso aconteceu na última terça-feira dia 23 de agosto, num condomínio da Vila Inglesa Zona sul de São Paulo. O estudante Felipe Farina Garcia, de 25 anos, foi preso acusado de matar sua mãe Suely Guerra Farina, de 59 anos, a facadas e ainda de ferir também a faca duas vizinhas do condomínio onde morava.

Segundo portal de notícias do G1, testemunhas que foram ouvidas pela policia, contaram que mãe e filho tinham históricos de brigas recorrentes. E que o estudante andava meio estranho ultimamente, com comportamento alterado e afirmando ser Jesus. Policiais Militares ao entrarem no apartamento em que o rapaz morava encontrou em seu quarto uma pequena plantação de maconha.

Publicidade
Publicidade

O crime chocou os vizinhos e moradores do condomínio, que não esperavam um desfecho como este. Mesmo diante da mudança comportamental do estudante.

Segundo relatos dos vizinhos eram 9h, quando novamente Felipe e a mãe iniciaram uma discussão, ela só não imaginava que seria a última e que terminaria com a própria morte. Os vizinhos falaram que durante a discussão ouviram gritos vindos ainda de dentro do apartamento, onde Felipe atacou sua mãe inicialmente com golpes de faca. Suely ainda conseguiu sair do apartamento gritando desesperada e desceu pelas escadas. Tentando escapar da fúria do filho, mas foi em vão, pois ele a alcançou logo no andar de baixo e continuou a esfaqueá-la.

Três vizinhas saíram para tentar ajudar Suely, porém além de não conseguir fazê-lo parar, duas delas foram feridas com golpes de faca.

Publicidade

A terceira vizinha não foi ferida, pois conseguiu correr até seu apartamento e se trancar em um quarto. Os outros vizinhos que ouviram toda confusão ligaram para pedir socorro a Polícia Militar.

Quando os polícias chegaram ao local, Felipe ainda estava nas escadas e foi preso em flagrante. As duas vizinhas feridas foram socorridas e levadas ao Hospital, o estado de saúde das duas não foi divulgado. Já Suely infelizmente não resistiu aos ferimentos morrendo no local do #Crime, deixando uma marca de dor, e um final entristecedor, onde o próprio filho ceifou a vida da mãe.

O estudante foi levado para a delegacia, e quando interrogado por qual motivo, ele teria tido um comportamento tão agressivo com sua mãe, ele não soube dizer o motivo, apenas alegou que não se lembrava de nada que havia acontecido.

Felipe responderá pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio nos dois casos das vizinhas, e por tráfico de drogas, pois os pés de maconha encontrados em seu quarto por policiais militares somaram 102 gramas.

Um colega de faculdade do rapaz afirmou que Felipe era inteligente e estudioso, mas que teria mudado de comportamento nos últimos tempos, apegado com religião, se afastou da faculdade, segundo ele outros colegas disseram que Felipe estava afirmando ser Jesus e todos eram pecadores. #Investigação Criminal