O juiz Sérgio Moro foi condecorado, nesta última quinta-feira, dia 25, pelo Exército brasileiro, durante um evento solene realizado em homenagem ao dia do soldado. Responsável pela "Operação Lava Jato", Sérgio Moro é um dos nomes mais falados quando se trata da corrupção no Brasil, uma vez que ele tem mandado para a cadeia pessoas famosas no meio, sendo considerado por muitos como o grande "herói" da nação.

A solenidade aconteceu no Quartel General, em Brasília, onde o Exército entrega a "Medalha do Pacificador" a todos aqueles prestam importantes serviços ao Brasil e por estar comandando a "Lava Jato" com pulso firme, o nome do juiz foi indicado para receber a medalha juntamente com outras 300 pessoas.

Publicidade
Publicidade

Feliz pelo reconhecimento do Exército, Sérgio Moro comentou sobre a importância de receber a medalha e que, para ele, era uma grande honra. Os jornalistas presentes logo quiseram saber informações sobre o andamento da "Lava Jato", mas o juiz preferiu não misturar as coisas e não comentar nada sobre o assunto, uma vez que ele estava ali com o único objetivo de participar da solenidade. O juiz também não quis comentar a respeito dos desentendimentos que estão acontecendo entre o Supremo Tribunal Federal e o Ministério Público Federal, em se tratando da operação.

Muitas pessoas aproveitaram a presença do famoso juiz para tirar fotos com ele, inclusive, muitos dos que foram homenageados e receberam também a medalha, fizeram questão de guardar uma lembrança do dia, ao lado do "herói brasileiro".

Publicidade

O general Eduardo Villas Bôas foi quem entregou a Moro a medalha e, representando o presidente interino, Michel Temer, estava o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, juntamente com o ministro da Defesa, Raul Jungmann e o senador Romero Jucá, do PMDB-RR.

Moro condena vazamento da Lava Jato

Recentemente, o juiz Sérgio Moro reprovou os vazamentos da "Operação Lava Jato" e disse que "era algo reprovável". O magistrado esteve proferindo uma aula para diversos alunos do curso de direito em Curitiba, na Unibrasil, na última quarta-feira (24) e aproveitou para falar a respeito dos processos da Operação. De acordo com o juiz, a maioria dos processos não corre sob sigilo, porém, há algumas investigações, assim como várias delações premiadas que são sigilosas. #SérgioMoro #comemoração #Justiça