Após mais um empate que frustrou o público nas arquibancadas e a audiência da Globo, #Galvão Bueno soltou o verbo contra a seleção brasileira de futebol olímpico, principalmente o grande nome do selecionado, o atacante #Neymar. Mais uma vez a seleção brasileira empatou, agora contra o Iraque. Caso aconteça mais um empate da seleção olímpica de futebol brasileiro ou uma derrota no próximo jogo, o Brasil cairá ainda na fase de grupos. Para Galvão, isso é uma lástima se comparado com a seleção feminina de futebol, que tem encantado o público, principalmente com a jogadora Marta que vem fazendo a diferença, ao contrário de Neymar, segundo Galvão.

Publicidade
Publicidade

“Marta joga mais que o Neymar”, gritou a torcida brasileira enquanto a jogadora dava um show nos gramados. E isso foi lembrado por Galvão Bueno, que deu mais créditos à jogadora e detonou o atacante Neymar: “porque o futebol feminino tem jogado aquilo que o torcedor quer ver. E o futebol masculino não joga o que o torcedor quer ver.”, detonou o apresentador e narrador de futebol da Globo. Galvão explicou que Neymar está deixando a desejar nessas Olimpíadas. Ele diz que existe alguns detalhes muito significativos com relação ao atacante e a jogadora da seleção brasileira, isso porque Marta tem cinco bolas de ouro e todos os títulos, já Neymar não tem tudo o que ela conquistou.

Galvão diz que um dia, quem sabe, o craque da seleção masculina de futebol consiga conquistar tudo ou mais do que Marta já conseguiu em toda a sua carreira como jogadora de futebol.

Publicidade

O narrador comentou que atualmente ela está representando para o Brasil tudo aquilo que os brasileiros querem: uma atleta ‘comprometida’ com a seleção de futebol e com o espírito olímpico pulsando nas veias. Galvão diz que é preciso mais para que Neymar consiga chegar a isso. Segundo o apresentador: “Neymar está representando aquilo que eles não querem ver. Ele não está agradando o torcedor brasileiro”.

E, segundo Galvão, pode-se perceber esse tipo de comportamento negativo para a seleção brasileira de futebol olímpico não somente em Neymar, mas sim, em todos os outros que estão atualmente disputando os Jogos defendendo a seleção brasileira de futebol e isso é algo muito perigoso para quem almeja uma medalha atualmente. #Rio2016