Neste domingo, 31, o UOL divulgou que um dos momentos mais esperados dos jogos olímpicos seria uma encenação com a modelo internacional Gisele Bündchen, considerada a maior top model brasileira de todos os tempos. A profissional das passarelas seria assaltada por um menino em plena abertura dos jogos, no Maracanã. O garoto representaria os famosos "pivetes" carioca. No entanto, a cena agora provavelmente não vai mais ser representada, como explica o próprio portal de notícias em matéria publicada nesta segunda-feira, 01.

De acordo com o UOL, a cena que também envolveria policiais que defenderiam Gisele Bündchen será revista apelo Comitê Olímpico Internacional.

Publicidade
Publicidade

A divulgação da interpretação teve conotação e repercussão muito ruim na internet, especialmente depois de todos os problemas que já aconteceram na organização da Olimpíada. Além disso, apesar de representar a realidade diária, o Brasil tem muito mais a mostrar para o mundo do que os assaltos em pontos turísticos. Isso até poderia fazer com que interessados em conhecer a cidade desistissem do passeio, já não bastasse a mídia negativa internacional que nosso país tem lá fora. 

A modelo entrará no Maracanã ao som de uma das músicas brasileiras mais conhecidas em todo o mundo, "Garota de Ipanema". A loira seria abordada por um adolescente pobre, usando roubas bem simples. Em seguida, o garoto seria perseguido por agentes de segurança da cidade, que achariam que ela seria assaltada. A profissional das passarelas então defenderia o menino, que representaria o preconceito que ainda existe na sociedade.

Publicidade

A cena com o suposto assalto chegou a ser ensaiada no Maracanã. Segundo o UOL, o Comitê explicou que essa e outras aparições seriam revistas depois de melhor analidades. Na internet, o povo detonou. "Só falta colocar um mosquito da dengue gigante pousando no Maracanã, bandidos de fuzil e mulheres peladas. Aí sim vão mostrar o que de melhor o Brasil tem para o mundo", disse um internauta completamente revoltado com a primeira versão do show. #Rio2016