Nas redes sociais, muitos gringos estão detonando a escolha de Anitta pelo Comitê Olímpico Internacional para ser uma das estrelas da cerimônia de abertura dos jogos olímpicos desta sexta-feira, 05. As críticas são tão pesadas que esbarram no preconceito, equiparando o estilo e o jeito da funkeira a 'lixo'. Muitos estrangeiros se dizem "chocados" pelo fato do Brasil ter escolhido alguém tão sensual para um evento que mostra a cultura do país. Tinha gente garantindo que esperava que a cerimônia de inauguração dos jogos seria repleta de futebol, samba e bossa nova. 

É bom lembrar que na atualidade #Anitta é uma das artistas mais famosas no Brasl e no mundo.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista ao UOL, a alemã Teresa Muller, de 26 anos, confessa que MC Larissa não era o que ela esperava, pois os jogos tendem a ter uma abertura muito tradicional, mas que a artista é bonita e que o estilo dela é bastante comum no continente europeu. Ao mostrar a canção da profissional da música para o chileno Sergio Nuñes, o espanto, ele sequer identificou que o som da funkeira fosse da América Latina. Isso apenas demonstra que o mundo acaba tendo uma ideia bastante contraditória de como é a cultura aqui do Brasil. 

Exatamente por isso, os organizadores defendem que uma grande variedade cultural seja exibida na televisão. A expectativa é que a cerimônia de abertura seja vista por pelo menos três bilhões de pessoas por todo o planeta. Não são só os estrangeiros que ficaram com um pé atrás com a escolha de Anitta.

Publicidade

O Comitê foi muito criticado até por brasileiros. Nas redes sociais, os comentários foram bastante críticos e envolvendo também um pouco de preconceito musical. 

O fato de Anitta explorar muito a sensualidade também é mal visto pelos brasileiros. "Acho que ela mostra muito o corpo da mulher, o que faz com que turistas acreditem no sexo fácil aqui no Brasil e na exploração sexual. Ninguém quer ter um país conhecido por isso", detonou uma internauta que publicou uma foto da cantora rebolando ao cantar o ritmo 'BANG'.  #Rio2016