Diz o velho ditado que o cão é o melhor amigo do homem, Mas nem todo mundo pensa assim. Denúncias de maus tratos de animais são rotina nas delegacias do país inteiro. Segundo estatísticas, três em cada dez ocorrências policiais tratam disso, um índice alarmante se comparado a países de primeiro mundo. Intolerância, falta de carinho e de pequenos ensinamentos levam algumas pessoas a perderem a cabeça e partirem para a violência.

Foi o que aconteceu com uma idosa de 61 anos, que foi pega em flagrante espancando um cachorro na cidade de Cachoeiro do Itapemirim, no estado do Espírito Santo. Cremilda da Silva Conceição, em um momento de fúria, pegou uma barra de ferro e começou a bater no animal, que foi encaminhado para o centro de zoonoses e está em estado grave.

Publicidade
Publicidade

Tal atitude revoltou seus vizinhos que chamaram a polícia imediatamente que deu voz de prisão à idosa.

Cremilda foi levada paraa  delegacia da cidade, onde prestou depoimento e, para espanto de todos, foi liberada após assinar um termo circunstanciado. A mulher teve escolta policial para não ser linchada por populares que estavam revoltados com o estado que o cachorro ficou e pela covardia. A polícia conteve o alvoroço com receio que algo de pior pudesse acontecer à idosa.

A agressora ainda teve a audácia de ameaçar as pessoas que estavam gravando a agressão, dizendo que não gosta de animais e que aquele cachorro já estava a incomodando há muito tempo. Cremilda, segurando a barra de ferro, ainda tentou intimidar os vizinhos, dizendo que faria o mesmo com qualquer pessoa que tentasse se intrometer.

Publicidade

O vídeo foi visito por milhares de pessoas nas redes sociais, e gerou muita revolta, todo mundo espera que a verdadeira justiça seja feita.

Segundo informações da Polícia Militar, a idosa já tinha a intenção de agredir o cachorro e premeditado a ação. Esperou um momento de distração do animal e o atacou covardemente. Ainda, segundo a corporação, não é a primeira vez que a idosa pratica esse tipo de maus tratos e que, graças aos seus vizinhos, o indefeso animal não morreu porque foi socorrido a tempo. #Crime #Investigação Criminal