Uma menina, de apenas 4 anos, que se encontra internada em estado grave, no Hospital das Clínicas, em Belo Horizonte/MG, com hepatite congênita, teve uma chance de #vida na noite desta sexta-feira (05), graças a uma doação de fígado compatível, que apareceu na cidade de Salvador/ BA, onde um menino, da mesma idade, faleceu vítima de afogamento e teve seus órgãos doados pela família. O fígado viria para a menina mineira, mas, para isso, era preciso uma verdadeira corrida contra o tempo, e foi o que aconteceu, nessa missão pela vida, que durou mais de 10 horas. 

Foi montada uma verdadeira operação pelos militares do Batalhão de Rádio Patrulhamento Aéreo da Polícia Militar, entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado, visto que era preciso que o órgão fosse captado na Bahia e chegasse o mais rápido possível em Minas Gerais.

Publicidade
Publicidade

A missão era composta também por três médicos e uma enfermeira do MG transplantes. 

A aeronave Pegasus 12, um King Air C-90, saiu de Belo Horizonte às 20h de sexta-feira rumo a Bahia, após ser confirmada a doação, e partiu do Aeroporto Internacional de Salvador às 03h30, já com o órgão captado. O copiloto da aeronave era o capitão da Polícia Militar, Frederico Martins, que já tem 10 missões desse tipo em sua carreira, mas, mesmo assim, se emocionou. Segundo ele, esse tipo de missão é rotina dentro do estado e que por se tratar de uma criança, mexe muito com a equipe, o que faz com que eles tenham muita vontade para que tudo ocorra no menor tempo possível.

De acordo com Martins, deu tudo certo, graças às condições climáticas que estavam favoráveis e não enfrentaram nenhuma situação adversa, e, com isso, conseguiram pousar no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, às 05h30.

Publicidade

A equipe desceu no aeroporto e foi direto para o Hospital das Clínicas, onde a menina se encontrava internada. O transplante foi realizado na manhã deste sábado (06), pela equipe do hospital, e a menina foi encaminhada em seguida para a UTI, Unidade de Tratamento Intensivo, onde permanece sob observação médica.  #Transporte #transplante de órgãos