Faleceu, na tarde deste sábado (06), em sua casa na Gávea, no Rio de Janeiro, o famoso cirurgião plástico, Ivo Pitanguy, vítima de uma parada cardíaca. O médico, que já foi um poliesportista, chegou a conduzir a tocha olímpica nesta sexta-feira (05), em sua passagem pela Rua São Clemente, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro. A previsão é que o velório aconteça a partir das 13h deste domingo, no Memorial do Carmo.

Carreira

Ivo Hélcio Jardim de Campos Pitanguy nasceu em 05 de julho de 1926, na cidade de Belo Horizonte/MG. Na época de infância e adolescência, ele era apaixonado por poesia, natureza, esporte, pintura e livros.

Publicidade
Publicidade

Ivo começou os seus estudos na Universidade Federal de Minas Gerais, mas só veio a se formar na Faculdade de #Medicina do Brasil, atual Universidade Federal do Rio de Janeiro. O interesse pela medicina veio por influência do pai, o cirurgião-geral, Antônio de Campos Pitanguy. 

Ivo é considerado um dos mais renomados cirurgiões plásticos do Brasil e do mundo. Ele exerceu a profissão por 57 anos e realizou cerca de 68 mil procedimentos cirúrgicos. 

Reconhecimento

Ivo Pitanguy, além de excelente cirurgião plástico, também era professor e escritor brasileiro. O médico era Membro da Academia Brasileira de Letras e da Academia Nacional de Medicina, e foi homenageado, tendo seu nome no primeiro espaço que é dedicado à memória da cirurgia plástica no Brasil. Espaço esse que foi inaugurado em maio deste ano, na cidade de São Paulo, e traz, em seu acervo, objetos, documentos, imagens e instrumentos cirúrgicos da história da cirurgia plástica, desde a 1ª Guerra Mundial, no mundo e no Brasil.

Publicidade

Personalidades lamentam a morte de Pitanguy

Várias personalidades, assim que souberam da #Morte do cirurgião neste sábado, usaram suas redes sociais para lamentar tal perda para o Brasil e o mundo, entre eles estão o Presidente interino Michel Temer. O escritor Paulo Coelho disse: "Meu Deus! Foi uma das pessoas mais extraordinárias que conheci!". 

A morte de Ivo foi lamentada pela jornalista Neda Nagle que escreveu "Muito triste! Brilhante mineiro!". Além deles, o governador de São Paulo Geraldo Alkimin, a jornalista Hildegard Angel, filha da estilista Zuzu Angel; as deputadas federais Jandira Feghali e Benedita da Silva, também se pronunciaram em seus perfis.  #Famosos